Esportes

Flamengo vence o Corinthians no Maracanã

Da Redação ·
Adriano fez o go,do Flamengo cobrando penâlti
fonte:
Adriano fez o go,do Flamengo cobrando penâlti

O maior destaque do jogo mais esperado de 2010 não foi Ronaldo nem Adriano. Foi a chuva. Duas horas antes do início da partida entre Flamengo e Corinthians, pelas oitavas de final da Copa Libertadores, um temporal atingiu a cidade do Rio de Janeiro e alagou o gramado do Maracanã. Resultado: o duelo entre os atuais campeões do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil terminou em 1 a 0, com gol de pênalti de Adriano.

continua após publicidade

No esperado duelo entre os companheiros de ataque na Copa do Mundo de 2006, aliás, Adriano se deu melhor que Ronaldo. O gol marcado de pênalti deixa o Rubro-Negro com a vantagem do empate no jogo de volta, na próxima quarta-feira (5), no Pacaembu. O Corinthians precisa de dois gols para se classificar. Se fizer um, a decisão vai para os pênaltis.

No primeiro lance da etapa inicial, uma dividida forte entre Juan e Dentinho deixou clara a tensão que envolvia os dois times. Nos primeiros minutos do duelo, porém, a vontade de jogar futebol foi substituída pela cautela para não sofrer gols em um lance acidental, causado pelo excesso de água nas duas grandes áreas.

continua após publicidade

Tanto que o primeiro lance de perigo do jogo só aconteceu aos 10min, quando Léo Moura chutou cruzado de fora da área, mas a bola passou ao lado do gol corintiano. O Corinthians só respondeu sete minutos depois, em chute de Danilo que Bruno defendeu.

Na metade da primeira etapa, Mano Menezes saiu do banco de reservas para pedir que o meia Danilo não carregasse a bola no meio-campo, onde seria facilmente desarmado por uma das inúmeras poças d’água que atrapalhavam o andamento da partida. A única alternativa para as duas equipes era a ligação direta entre a defesa e o ataque.

Michael, que deixou Petkovic no banco e foi escalado como o único meia armador do Flamengo, sofria com a falta de oportunidades para criar as jogadas. E deixou o nervosismo transparecer aos 37min. Nove minutos depois de levar o cartão amarelo por entrada dura em Jucilei, por trás, repetiu a jogada em Dentinho e foi expulso.

continua após publicidade

Com um a menos, o Flamengo recuou para o campo de defesa e deixou o Corinthians mais livre para jogar, mas o clube paulista não conseguiu se impor na primeira etapa.

No intervalo, Dentinho resumiu os 45 minutos iniciais do duelo.

- Tá difícil jogar. O campo tem muitas poças, a bola para toda hora, não dá nem pra correr direito.

continua após publicidade

Na volta para o segundo tempo, o Flamengo provou que foi bem instruído pelo técnico interino Rogério Lourenço no vestiário e começou atacando. Logo aos dois minutos, Adriano chutou forte da entrada da área, e exigiu boa defesa do goleiro Júlio César.
Na sequência, aos cinco, foi a vez de Bruno impedir o gol de Moacir, que tabelou com Dentinho e saiu na cara do gol. O goleiro do Flamengo fez boa defesa e colocou a bola para escanteio.

O segundo tempo seguia debaixo de chuva forte e sem maiores emoções. Até que Moacir, do Corinthians, cometeu um erro fatal aos 19min. Ao tentar desarmar Juan dentro da área, o lateral corintiano acertou a perna direita do flamenguista e viu o árbitro marcar pênalti. Na cobrança, Adriano fez o Maracanã explodir de alegria: 1 a 0.

Depois do gol, o Flamengo passou a jogar basicamente no contra-ataque. E foi assim que quase chegou ao segundo gol. Aos 33min, Willians avançou pela esquerda, foi até a linha de fundo e cruzou na cabeça de Adriano, que ganhou da defesa corintiana e só não comemorou seu segundo gol no jogo porque o goleiro Júlio César conseguiu espalmar a bola no travessão e sair.
Visivelmente fora de forma, Ronaldo era facilmente parado pela defesa do Rubro-Negro. Foi substituído aos 38min, sob vaias da torcida do Flamengo.

Mesmo com um a menos, o Corinthians não conseguiu se impor no Maracanã e precisará de dois gols no jogo de volta, no Pacaembu, para se classificar.