Esportes

CBAt suspende dois corredores flagrados com doping

Da Redação ·
A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) divulgou notas oficiais nesta terça-feira para confirmar a existência de dois novos casos de doping na modalidade no País. A entidade anunciou que os corredores Idalto dos Santos Rodrigues e Sabine Leticia Heitling foram flagrados em exames com substâncias proibidas e suspendeu provisoriamente os dois atletas das competições. A CBAt informou que Idalto testou positivo para as substâncias amfepramona, etilaminopropiofenona e etilnorpseudoefedrina (metabólitos da amfepramona) e OH-isopropil-bis-nor-sibutramina e Oh-ciclobutano-bis-nor-sibutramina (metabólitos da sibutramina). As amostras de urina foram coletadas no dia 5 de maio de 2013, durante a Maratona de Brasília. Sabine, por sua vez, foi flagrada com a substância metilhexaneamina, um estimulante proibido, em teste antidoping realizado durante o Troféu Brasil de Atletismo, no dia 7 de junho, em São Paulo, onde ela se sagrou pentacampeã da competição com a vitória obtida na prova dos 3.000 metros com obstáculos. Por causa do doping, ela corre o risco de perder este título. A CBAt também informou que os dois corredores não pediram o exame da amostra "B" de seus exames de urina, dentro do prazo estipulado pela Associação Internacional das Federações de Atletismo (Iaaf), e disse que os atletas têm 14 dias, a contar da última segunda-feira (quando foram comunicados sobre as suspensões) para solicitar o julgamento dos seus casos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da entidade. Além de ser pentacampeã do Troféu Brasil, Sabine também foi medalhista de ouro nos Jogos Pan-Americanos do Rio, em 2007, e de bronze no Pan de 2011, em Guadalajara, no México. As duas medalhas foram obtidas na prova dos 3.000 metros com obstáculos.
continua após publicidade