Esportes

Time santista goleira e se aproxima dos líderes

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 13 de julho (Folhapress) - O Santos goleou a Portuguesa hoje por 4 a 1, na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Com 11 pontos, o Santos ficou mais próximo dos líderes. A Portuguesa tem sete e corre risco de entrar na zona de rebaixamento ao final da rodada. O Santos teve muita movimentação no setor ofensivo e aproveitou-se da marcação frouxa da Portuguesa, especialmente no começo da partida. Os donos da casa construíram a vitória com cruzamentos e contra-ataques. Logo no primeiro lance, Montillo arrancou pela direita e cruzou. Willian José não alcançou de cabeça, mas Neilton se antecipou a um zagueiro e completou de primeira para o gol: 1 a 0. Aos 10min, com enorme facilidade, Leandrinho foi à linha de fundo e levantou a bola da direita. Willian José, praticamente no centro da pequena área, subiu livre de cabeça e fez 2 a 0 para o Santos. A Portuguesa só mostrou força a partir dos 20min. Após cobrança de falta, Valdomiro desviou de cabeça na grande área e quase acertou o canto direito de Aranha. Matheus e Rogério também tiveram chances reais de gols, mas falharam nas finalizações. Na etapa final, Diogo, em um chute de fora da área exigiu esforço de Aranha para mandar a bola para escanteio. Cañete acertiu a trave esquerda e se lamentou. As redes só voltaram a balançar quando Neilton dominou pela esquerda e entrou na área. Com duas fintas, ele deixou Luis Ricardo para trás e chutou cruzado para vencer Lauro: 3 a 0. A Portuguesa conseguiu diminuir com Bruno Moraes, em arremate quase na pequena área. Após cruzamento de Luis Ricardo, o atacante acertou um voleio e venceu Aranha. No final do jogo, ainda houve tempo para Léo lançar Henrique, que tocou na saída do goleiro e viu Giva completar para o gol e fechar o placar de 4 a 1. SANTOS Aranha; Galhardo, Edu Dracena, Durval e Léo; Alan Santos, Cícero, Leandrinho (Alisson) e Montillo; Neilton (Giva) e Willian José (Henrique). Técnico: Claudinei Oliveira PORTUGUESA Lauro; Luis Ricardo, Lima, Valdomiro e Rogério (Jean Mota); Ferdinando, Souza, Correa, Cañete e Matheus (Bruno Moraes); Diogo (Moisés). Técnico: Edson Pimenta Estádio: Vila Belmiro, em Santos Árbitro: Rodrigo Guarizo F. do Amaral (SP) Gols: Neilton, a 1min, e William José, aos 10min do 1º tempo; Neilton, aos 30min, Bruno Moraes, aos 42min, e Giva, aos 46min do 2º tempo Cartões amarelos: Galhardo (SAN); Ferdinando (POR) Público: 5.860 pagantes Renda: R$ 169.191,00  

continua após publicidade