Esportes

Sem Maracanã e Engenhão, clube lucra mais que em 2012

Da Redação ·





Por Tiago Ribas

SÃO PAULO, SP, 12 de julho (Folhapress) - O plano do Flamengo de levar seus jogos como mandante para fora do Rio de Janeiro está dando certo. Este ano o clube está conseguindo lucrar cinco vezes mais com venda de ingressos que no início do Brasileiro-2012.

Nos três jogos do Nacional que teve como mandante até o momento, o clube arrecadou em média R$ 560,7 mil -já descontando as despesas com estádio. No ano passado, no mesmo período, o Flamengo arrecadou R$ 110,8 mil por jogo no Engenhão.

Os bons números do Flamengo neste Brasileiro se devem, em grande parte, à partida do último sábado contra o Coritiba, em Brasília.

A renda de cerca de R$ 2,7 milhões foi a segunda maior da competição, só perdendo para o jogo de abertura do estádio Mané Garrincha, quando o Flamengo enfrentou o Santos como visitante.

Mesmo assim, o sucesso do "Flamengo itinerante" se repete, em menor escala, nos outros locais em que o clube mandou seus jogos.

Tanto em Juiz de Fora (MG), contra a Ponte Preta, quanto em Florianópolis (SC), quando enfrentou o Náutico, o clube conseguiu arrecadar mais do que gastou.

A mesma estratégia, no entanto, não está funcionando para os outros times do Rio.

Botafogo e Fluminense, que estão mandando seus jogos em Volta Redonda e Macaé, respectivamente, tiveram prejuízo nos jogos realizados como mandante.

Nem a tentativa de levar o clássico entre as duas equipes para fora do Estado deu resultado. O jogo realizado no último domingo, na Arena Pernambuco, teve apenas 7.882 pagantes.

Público bem menor que os 17.253 pagantes da partida entre Santa Cruz e Cuiabá pela Série D, realizado no mesmo dia e na mesma cidade.

Com o público pequeno, a arrecadação de R$ 368.550 não foi suficiente para cobrir os R$ 410.015,24 de despesas com o estádio, gerando um novo prejuízo para o Botafogo, mandante da partida. Outro clube que está sofrendo com a mudança de estádio é o Internacional.

Com o fechamento do Beira Rio para a conclusão das reforma do estádio para a Copa-2014, o clube passou a mandar seus jogos no estádio Centenário, em Caxias do Sul.

As partidas no interior do Estado não estão dando prejuízo, mas o lucro médio com a venda de ingressos caiu de R$ 151,2 mil nas primeiras rodadas do Brasileiro de 2012 para R$ 23,1 mil em 2013.
 

continua após publicidade