Esportes

Autuori mantém base de Ney Franco e leva Fabrício à Bahia

Da Redação ·

Por Rafael Reis SÃO PAULO, SP, 12 de julho (Folhapress) - Paulo Autuori vai estrear pelo São Paulo armando um time parecido com o que era utilizado por seu antecessor, Ney Franco. O novo técnico do time do Morumbi afirmou hoje que, devido ao pouco tempo de treino, vai manter a base já existente na partida contra o Vitória, domingo, fora de casa, pelo Brasileiro. "É até perigoso querer mexer muito e criar confusão. Temos que retomar, aproveitar as coisas boas que o Ney deixou", afirmou o treinador. Em seu primeiro treino com o elenco completo, Autuori trabalhou ataque contra a defesa. E esboçou a linha defensiva que deve ser utilizada na Bahia. A única mudança em relação à formação que vinha sendo utilizada por Ney é o retorno de Wellington à titularidade na vaga que era ocupada por Rodrigo Caio. Do meio para frente, nenhuma dica pelo trabalho em campo. Apenas uma conversa de pé de ouvido com Ganso indicou que o meia, deixado no banco pelo interino Milton Cruz contra o Bahia, deve ser escalado. "A gente sabe que o Ganso é um jogador diferenciado. Jogando o que sabe, é um privilégio ter um jogador como ele. Estou otimista para que ele dê uma resposta rápida." A novidade no banco será a presença do volante Fabrício, reintegrado ao elenco principal depois de treinar dois meses afastado do grupo. Sem Tolói, machucado, e Clemente Rodríguez e Luis Fabiano, suspensos por cartão vermelho, a primeira escalação de Autuori no São Paulo deve ter Rogério; Douglas, Lúcio, Rhodolfo e Juan; Wellington, Denilson, Jadson e Ganso; Osvaldo e Aloísio.  

continua após publicidade