Esportes

Vettel vence prova com acidente nos boxes e abandono de Massa na 4ª volta

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 7 de julho (Folhapress) - Depois da frustração de perder a pole no treino de sábado, o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, venceu o GP da Alemanha hoje e alcançou a sua quarta vitória na temporada.

O finlandês Kimi Raikkonen, da Lotus, ficou com a segunda colocação. O francês Romain Grosjean, também da Lotus, terminou a corrida em terceiro. O espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, foi o quarto.

O brasileiro Felipe Massa, que afirmara ontem não ter carro para brigar pela pole, não teve carro nem para ir além da quarta volta. Depois de uma boa largada, teve problemas e abandonou. Irritado, deixou o seu carro e não quis falar com a imprensa antes do término da prova.

Já a nona volta reservou momentos de pânico nos boxes. O australiano Mark Webber, da Red Bull, perdeu uma roda durante a troca. O pneu se soltou e atingiu um cinegrafista da F-1, que estava de costas e não conseguiu desviar, ao contrário de mecânicos de outras equipes.

O cinegrafista caiu e teve que ser levado, de maca, ao centro médico do circuito. De acordo com as primeira informações, ele está consciente e seu estado não é grave.

Outro momento curioso da corrida aconteceu com a Marussia do francês Jules Bianchi. Após abandonar a prova, o piloto deixou o seu carro, que começou a andar sozinho no meio da pista e só foi parar após bater numa placa de anúncio. O safety car teve que intervir.

Na pista, a luta pelas primeiras colocações durou até o fim, mas Vettel conseguiu se defender do ataque de Raikkonen, enquanto Alonso, mesmo mais veloz, não conseguiu passar Grosjean, apesar da proximidade.

Pole no treino de sábado, o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, não passou do quinto lugar, seguido pelo também inglês Jenson Button, da McLaren. Webber, que teve problemas com o pneu nos boxes, ficou em sétimo.

Com o triunfo, Vettel consegue abrir vantagem na liderança do Mundial de pilotos. Tem agora 157 pontos, enquanto Alonso, vice-líder, tem 123. O espanhol, porém, é seguido de perto pelo terceiro colocado Raikkonen, com 116 pontos. A próxima etapa -a décima- da F-1 acontece só no dia 28 de julho, na Hungria.





CONFIRA OS TEMPOS DO GP DA ALEMANHA



1 - Sebastian Vettel (ALE) - Red Bull - 1h41min14s711

2 - Kimi Räikkönen (FIN) - Lotus - +1s0

3 - Romain Grosjean (FRA) - Lotus - +5s8

4 - Fernando Alonso (ESP) - Ferrari - +7s7

5 - Lewis Hamilton (ING) - Mercedes - +26s9

6 - Jenson Button (ING) - McLaren - +27s9

7 - Mark Webber (AUS) - Red Bull - +37s5

8 - Sergio Perez (MEC) - McLaren - +38s3

9 - Nico Rosberg (ALE) - Mercedes - +46s8

10 - Nico Hulkenberg (ALE) - Sauber - +49s8

11 - Paul di Resta (ESC) - Force India - +53s7

12 - Daniel Ricciardo (AUS) - Toro Rosso - +56s9

13 - Adrian Sutil (ALE) - Force India - +57s7

14 - Esteban Gutierrez (MEX) - Sauber - +60s1

15 - Pastor Maldonado (VEN) - Williams - +61s9

16 - Valtteri Bottas (FIN) - Williams - a uma volta

17 - Charles Pic (FRA) - Caterham - a uma volta

18 - Giedo van der Garde (HOL) - Caterham - a uma volta

19 - Max Chilton (ING) - Marussia - a uma volta

20 - Jean-Eric Vergne (FRA) - Toro Rosso - não completou

21 - Jules Bianchi (FRA) - Marussia - não completou

22 - Felipe Massa (BRA) - Ferrari - não completou
 

continua após publicidade