Esportes

Vettel vence 'em casa' o GP da Alemanha

Da Redação ·
 Vettel faturou sua quarta vitória em nove corridas no ano Foto: AP
fonte:
Vettel faturou sua quarta vitória em nove corridas no ano Foto: AP

Sebastian Vettel derrubou neste domingo um tabu que o perseguia na Fórmula 1 e conquistou, pela primeira vez na carreira uma vitória em casa, o Grande Prêmio da Alemanha. Em uma corrida marcada por dois acontecimentos inusitados e pelo abandono do brasileiro Felipe Massa logo na quarta volta, o piloto da Red Bull cruzou a linha de chegada em primeiro lugar e abriu vantagem na liderança do Mundial. O pódio ainda teve o finlandês Kimi Raikkonen e Sebastian Grosjean, da Lotus. O ferrarista Fernando Alonso foi o quarto.

continua após publicidade

Vettel, que havia largado na segunda posição, não demorou para ultrapassar o pole position Lewis Hamilton e passou a maior parte da corrida na primeira posição. As Lotus, porém, ameaçavam a vitória da Red Bull por apresentarem maior regularidade no desgaste de pneus. Raikkonen chegou a liderar a prova faltando menos de 15 voltas para o final, mas foi forçado a ir para os boxes realizar a última troca de compostos e deixou o alemão na frente novamente.

O triunfo deste domingo deixou Vettel ainda mais soberano na liderança do Mundial de Pilotos, com 157 pontos. Fernando Alonso sustentou a segunda posição da temporada ao alcançar 123 pontos, mas agora sob ameaça real de Raikkonen, terceiro com 116. Lewis Hamilton, quinto na Alemanha, vem atrás com 99, seis a mais que o australiano Mark Webber, da Red Bull, que terminou em sétimo neste domingo. Felipe Massa não pontuou e seguiu com 57, na sétima posição.

continua após publicidade

Massa, que havia largado na sétima posição e mostrava otimismo para a corrida, acabou abandonando a disputa logo na quarta volta. Ele estava na sexta colocação quando sofreu uma pane em sua Ferrari e deixou a pista. Cinco voltas depois, Nurburgring foi palco de um acidente insólito: a Red Bull falhou no pit stop do então líder Mark Webber e deixou solto o pneu traseiro direito. Assim que o australiano acelerou, o objeto se desprendeu do carro e rolou pelos boxes até atingir as costas de um cinegrafista.

A corrida deste domingo ainda teve outro acontecimento incomum. O francês Jules Bianchi teve um problema no motor de sua Marussia e também deixou a prova. Na hora de retirar o carro do circuito, os funcionários se atrapalharam e deixaram o veículo em ponto morto deslizar de ré pela pista até ser “freado” ao colidir com uma placa publicitária.

A próxima parada da Fórmula 1 está programada para daqui três semanas. A décima das 19 corridas do calendário da temporada será realizada em 28 de julho, no Grande Prêmio da Hungria, em Budapeste.

continua após publicidade

Fonte: http://esportes.terra.com.br/