Esportes

Portuguesa e Cruzeiro empatam em 1 a 1 no Canindé

Da Redação ·
Dentro da sua filosofia de que de grão em grão a galinha enche o papo, a Portuguesa somou mais um ponto no Campeonato Brasileiro ao empatar por 1 a 1 com o Cruzeiro, neste sábado à noite, no Canindé, pela sexta rodada. Sem perder há cinco jogos, a Lusa soma sete pontos e ocupa a décima posição. Já o time mineiro está numa situação um pouco melhor, com nove pontos, em quinto lugar. Como de costume, a Portuguesa começou o jogo tentando fazer pressão na saída de bola do adversário. E deu sorte, porque abriu o placar logo aos quatro minutos. Corrêa cobrou falta da intermediária, colocando efeito na bola. O zagueiro Valdomiro apareceu na pequena área entre três adversários e desviou de cabeça. O goleiro Fábio não teve culpa no lance em seu jogo de número 500 pelo Cruzeiro. Ele só fica atrás do goleiro Raul Plasman, que atuou no clube na década de 70, e do volante Zé Carlos, que ficou 12 anos no clube entre as décadas de 60 e 70 (1965 a 1977), participando de 628 jogos. Após o gol, a Portuguesa recuou, cedendo campo para o Cruzeiro que quase empatou aos 12 minutos, numa falta cobrada com força por Nilton e rebatida por Lauro, que estreou no lugar de Gledson. Aos 16 minutos, também de cabeça, o time mineiro igualou o placar. O estreante volante Souza, ex-Palmeiras, cobrou escanteio de curva e o zagueiro Bruno Rodrigo, ex-Lusa, apareceu no primeiro pau para testar firme. A bola entrou no ângulo. Mesmo sem ter a sua dupla de ataque titular, formada por Dagoberto e Borges, o Cruzeiro ainda criou duas chances para virar o jogo, aos 40 minutos, com Luan, e aos 45 minutos, com Vinícius Araújo. Mas, em ambas, Lauro saiu bem em cima dos atacantes e abafou os chutes. No segundo tempo, a expectativa era de um jogo mais aberto. Os dois times, porém, se arriscaram pouco ao ataque. A primeira chance de gol aconteceu somente aos 26 minutos. Após cruzamento do lado direito, a defesa da Lusa parou e Anselmo Ramon cabeceou sozinho, mas Lauro espalmou, numa grande defesa. E como o goleiro deve contar com sorte, ela ajudou Lauro aos 36 minutos. Ele rebateu o chute de Tinga nos pés de Anselmo Ramon, que bateu de primeira. A bola explodiu no travessão e depois foi aliviada pela defesa. No outro final de semana, pela sétima rodada, a Portuguesa via atuar diante do Santos, na Vila Belmiro, sábado, às 18h30. No domingo, também às 18h30, o Cruzeiro vai receber o lanterna Náutico, em Belo Horizonte. Antes disso, na terça-feira, pela Copa do Brasil o Cruzeiro vai enfrentar o Atlético-GO, também na capital mineira, na Arena Independência. FICHA TÉCNICA: PORTUGUESA 1 X 1 CRUZEIRO PORTUGUESA - Lauro; Luis Ricardo, Lima, Valdomiro e Ivan; Ferdinando, Corrêa, Cañete (Romão) e Souza; Diogo e Matheus. Técnico - Edson Pimenta. CRUZEIRO - Fábio; Mayke, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton, Souza (Tinga), Éverton Ribeiro e Diego Souza (Lucca); Luan e Vinícius Araújo (Anselmo Ramon). Técnico - Marcelo Oliveira. GOLS - Valdomiro, aos 4, e Bruno Rodrigo, aos 16 minutos do primeiro tempo. ÁRBITRO - Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC). CARTÕES AMARELOS - Souza, Ferdinando e Valdomiro (Portuguesa); Luan e Éverton Ribeiro (Cruzeiro). RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis. LOCAL - Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).
continua após publicidade