Esportes

Time sofre nos clássicos

Da Redação ·

Por Rafael Reis, Alinne Faneli e Vinícius Bacellar SÃO PAULO, SP, 4 de julho (Folhapress) - Novamente em crise depois da derrota por 2 a 1 para o Corinthians no jogo de ida da Recopa Sul-Americana, ontem, o São Paulo terá de quebrar um tabu em clássicos para poder ser campeão em cima do maior rival. O time do Morumbi ainda não venceu nenhum dos seus principais adversários neste ano. São cinco clássicos contra Santos, Palmeiras e Corinthians desde o início da temporada, com dois empates e três derrotas. A situação é ainda mais crítica nos confrontos ante o Corinthians. A derrota de ontem foi a segunda em 2013 (também perdeu por 2 a 1 na primeira fase do Paulista). O outro jogo, semifinal do Estadual, terminou empatado, mas a equipe alvinegra venceu na decisão por pênaltis. A falta de bons resultados em clássicos e partidas decisivas, como os mata-matas do Paulista e os confrontos de oitavas de final da Libertadores ante o Atlético-MG, é a maior crítica ao trabalho de Ney Franco. "Está faltando mais consistência nos jogos mais pesados, não estamos tendo competência para vencer", afirmou o técnico, que teve novamente a cabeça pedida pela torcida. Na quarta, os jogadores tricolores deixaram o gramado do Morumbi sob gritos de "é Muricy", pedindo a contratação do treinador campeão brasileiro pelo clube entre 2006 e 2008. São Paulo e Corinthians fazem a segunda partida da Recopa dia 17, no Pacaembu. Para ser campeão no tempo normal, o time dirigido por Ney Franco precisa vencer por pelo menos dois gols de diferença. Mas a equipe já terá a oportunidade de quebrar o jejum de clássicos e de acalmar o ambiente no próximo fim de semana. O primeiro adversário são-paulino na volta do Brasileiro após folga para a Copa das Confederações será o Santos, no domingo.  

continua após publicidade