Esportes

Borges adota discurso cauteloso apesar da vantagem

Da Redação ·
 Para o atacante, clássico não tem favorito e o Internacional pode vencer no Olímpico
fonte: googleimagens.com
Para o atacante, clássico não tem favorito e o Internacional pode vencer no Olímpico

A vontade de gritar é campeão está na ponta da língua dos torcedores gremistas. Porém, os jogadores terão de abafar de algum modo qualquer tipo de voz que saia por aí comemorando antecipadamente o título gaúcho.

continua após publicidade

Apesar do time de Silas ter batido o Inter por 2 a 0, no Beira-Rio, na primeira partida da final do Estadual, nenhum atleta tricolor ousa na hora de falar sobre a decisão.

continua após publicidade

Jogando mais que o adversário na maior parte do tempo, o Grêmio venceu com dois gols de bola parada, o primeiro marcado por Rodrigo e o segundo pelo centroavante Borges. O atacante foi um dos primeiros a pedir para os pés de todos serem mantidos grudados no chão.

continua após publicidade

- A equipe deles é qualificada, não está nada definido ainda. Em clássico não existe favorito. Assim como vencemos aqui, eles podem ganhar lá. O estádio estará lotado e a gente tem que correr mais, nos dedicar mais para conseguir a vitória.

O primeiro gol gremista saiu somente aos 22min do segundo tempo. Poderia ter saído antes não fossem três bolas na trave. Poderia ter saído ainda mais cedo, não fosse Borges perder um gol livre dentro da área.

continua após publicidade

- Cheguei ao vestiário no intervalo e disse 'meu Deus, como aquela bola não tinha entrado'. Eu treino muito aqueles lances. Em clássico não pode perder este tipo de gol. Mas recebi a força do grupo, e o Victor disse que a próxima eu faria.

Antes de realizar a segunda partida da final, o Grêmio volta-se à Copa do Brasil. Na quinta-feira (29), o Tricolor enfrenta o Fluminense, no Maracanã.