Esportes

Na reserva, Dante elogia equipe e técnico

Da Redação ·





Por Vinícius Bacelar

SÃO PAULO, SP, 1 de julho (Folhapress) - Campeão da Copa das Confederações como suplente da zaga brasileira, Dante, 29, falou que gostaria de ser titular, mas que "em time que está ganhando não se mexe".

"Lógico que gostaria de jogar, mas o time foi muito bem. E em time que está ganhando não se mexe", declarou o zagueiro em entrevista na sede da emissora ESPN Brasil, em São Paulo.

Dante participou de duas partidas, ficou em campo por 57 minutos e fez um gol na vitória por 4 a 2 sobre a Itália. O duelo foi realizado em Salvador, terra natal do atleta.

Apesar da reserva, Dante elogiou a conduta de Felipão à frente do Brasil. "Ele tratou todos iguais. Por isso, o grupo se uniu. São todos jogadores de qualidade e não foi surpresa nos entrosarmos tão rapidamente", afirmou.

"Claro que não esperávamos uma vitória tão convincente contra a Espanha. Se me perguntasse há um mês, diria que ganharíamos com um placar apertado. Foi maravilhoso", acrescentou.

Guardiola

Titular no Bayern de Munique, o atleta foi eleito a revelação brasileira da última temporada europeia pela ESPN Brasil. Com a equipe bávara, Dante conquistou o Campeonato Alemão, Copa dos Campeões e Copa da Alemanha.

O defensor afirmou que está ansioso para trabalhar com o técnico Pep Guardiola. "Ele chegou falando alemão. Aprendeu apenas em sete meses. Tem um computador na cabeça", elogiou.

De acordo com o brasileiro, o estilo do Bayern é parecido com o do Barcelona, ex-time do treinador. "A diferença é que não temos o Messi", brincou.
 

continua após publicidade