Esportes

Murray vence Youzhny e avança às quartas em Londres

Da Redação ·
O britânico Andy Murray confirmou o seu favoritismo e se classificou para as quartas de final de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, disputado em quadras de grama. Nesta segunda-feira, o número 2 do mundo derrotou o russo Mikhail Youzhny, 26º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 7/6 (7/5) e 6/1, em 2 horas e 37 minutos. Murray conseguiu uma quebra de saque no terceiro game do primeiro set, fundamental para o triunfo em 6/4. Já na segunda parcial, o britânico conseguiu nova quebra no terceiro game, mas permitiu a reação de Youzhny, que converteu break points no quarto e sexto games e chegou a abrir 5/2. Murray, então, quebrou o saque do russo no nono game, levou a parcial para o tie-break e venceu por 7/5 mesmo após estar perdendo por 4/2. Youzhny recebeu atendimento em quadra ao fim do segundo set e não ofereceu muita resistência na terceira parcial. Murray chegou a ter o seu saque ameaçado no primeiro game, mas depois deslanchou e abriu 3/0, com uma quebra no segundo game. O britânico obteve nova quebra no sexto game e em seguida confirmou o seu serviço para fechar a parcial em 6/1 e o jogo em 3 sets a 0. Esperança de encerrar o jejum da Grã-Bretanha, que não vence a chave masculina de Wimbledon desde 1936, com Fred Perry, Murray já conhece o próximo adversário. O número 2 do mundo vai encarar o espanhol Fernando Verdasco, 54º colocado no ranking da ATP, que venceu o francês Kenny De Schepper, número 80 do mundo, por 3 sets a 0, com um triplo 6/4. Murray está em vantagem de 8 a 1 no confronto direto. Também nesta segunda, o argentino Juan Martin del Potro se classificou pela primeira vez para as quartas de final de Wimbledon. O número oito do mundo avançou em Londres ao derrotar o italiano Andreas Seppi, 28º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 7/6 (7/2) e 6/3, em 2 horas e 22 minutos. Na partida, Del Potro converteu 2 de 11 break points, sendo um no primeiro set e outro no terceiro. Além disso, se safou nas duas vezes em que teve o seu saque ameaçado. O próximo adversário de Del Potro em Wimbledon será o espanhol David Ferrer, número 4 do mundo, que nesta segunda venceu o croata Ivan Dodig por 3 sets a 1. Ferrer leva vantagem de 6 a 2 no confronto direto, incluindo um triunfo nas oitavas de final do Grand Slam londrino no ano passado.
continua após publicidade