Esportes

Cartola da Fifa, Valcke é vaiado na premiação da Itália em Salvador

Da Redação ·





Por Nelson Barros Neto

SALVADOR, BA, 30 de junho (Folhapress) - O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, foi vaiado pela torcida que estava no estádio da Fonte Nova durante a cerimônia de premiação do terceiro lugar da Itália na Copa das Confederações, na tarde de hoje.

O francês ficou conhecido no país pelo episódio do "chute no traseiro do Brasil", no começo do ano passado, quando quis cobrar mais rapidez para as obras do evento. Depois, pediu desculpas pela declaração.

A vaia dos cerca de 43 mil pagantes que estiveram na arena de Salvador aconteceu no momento em que Valcke teve o nome anunciado pelo locutor oficial do evento.

Seria ele, junto com outros cartolas como Ricardo Trade, diretor do Comitê Organizador Local da Copa, o responsável por entregar as medalhas de bronze para os italianos.

A solenidade foi bem rápida, no centro do gramado da Fonte Nova, após a disputa de pênaltis que decretou o triunfo dos europeus sobre o Uruguai.

Na partida inaugural do torneio, em Brasília, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, já havia sido vaiado pelo público ao lado da presidente da República, Dilma Rousseff.

Por causa disso, somado às manifestações que tomam as ruas do país nas últimas semanas, Dilma foi aconselhada por aliados a não marcar presença na final de hoje, às 19h, entre Brasil e Espanha, no Maracanã.
 

continua após publicidade