Esportes

Grêmio surpreende e demite Vanderlei Luxemburgo

Da Redação ·
Faltando apenas uma semana para o retorno do Brasileirão, a diretoria do Grêmio surpreendeu neste sábado ao demitir o técnico Vanderlei Luxemburgo. O diretor executivo Rui Costa disse que o clube está precisando de um "fato novo" antes do reinício do campeonato. Luxemburgo foi demitido nesta manhã assim que apareceu no Olímpico para comandar as atividades planejadas para o dia. De acordo com Rui Costa, a decisão pela saída do treinador foi tomada em reunião realizada na noite de sexta-feira com o presidente Fábio Koff. O técnico não chegou a comandar o time no jogo-treino desta manhã contra o Caxias, no Olímpico. Foi somente durante a atividade que a notícia da demissão foi anunciada pela diretoria, que não deu maiores detalhes sobre a saída técnico. O diretor executivo afirmou que a saída se justificava porque o Grêmio precisa um "fato novo" antes da volta do Brasileirão. A decisão surpreende porque era esperada para antes do início da paralisação do Brasileirão. O campeonato foi interrompido no dia 12 deste mês. A maior parte dos times deu folga aos jogadores na primeira semana e retomou os trabalhos nos últimos dias, visando a retomada da competição. Luxemburgo vinha sofrendo muitas críticas dentro e fora do clube em razão dos fracos resultados do time neste ano. Por dar prioridade à Copa Libertadores, o time foi mal nos dois turnos do Campeonato Gaúcho e nem chegou a brigar pelos dois troféus concedidos na competição. As críticas da torcida, em razão do desempenho ruim no Estadual, só aumentaram quando o Grêmio também foi eliminado nas oitavas de final da Libertadores. Contratado em fevereiro do ano passado, Luxemburgo não teve sucesso em sua passagem pelo clube gaúcho. Sem títulos, o técnico fracassou em duas edições do Campeonato Gaúcho, alcançou a semifinal da Copa do Brasil - quando foi eliminado pelo futuro campeão Palmeiras -, foi terceiro colocado no Brasileirão do ano passado e caiu nas oitavas da Libertadores deste ano. Ao todo, ele somou 52 vitórias, 21 empates e 18 derrotas em 91 jogos no Grêmio. Com a demissão de Luxemburgo - o preparador físico Antônio Mello também deixou o clube -, o auxiliar técnico Roger comandará o time gaúcho nas primeiras rodadas do Brasileirão após a retomada, a partir do próximo fim de semana.
continua após publicidade