Esportes

Manifestantes bloqueiam avenida em Fortaleza

Da Redação ·

Por Aguirre Talento e Bernardo Itri, Enviado especial FORTALEZA, CE, 27 de junho (Folhapress) - Cerca de 500 manifestantes já estão reunidos na manhã de hoje em Fortaleza e bloqueiam uma avenida para protestar contra os gastos públicos para a Copa do Mundo. O grupo começou a concentração em frente à Uece (Universidade Estadual do Ceará) e deve marchar até às proximidades da Arena Castelão pela avenida Dedé Brasil, que foi bloqueada pelo protesto no final da manhã Às 16h, o estádio recebe o jogo entre Espanha e Itália, pela semifinal da Copa das Confederações. O bloqueio da avenida Dedé Brasil já provoca congestionamento. O protesto reúne estudantes, integrantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) e outros movimentos sociais. Pela manhã, o grupo pintava cartazes para a marcha e cantava refrões contra os gastos públicos para a Copa e contra o governador Cid Gomes (PSB). Confrontos A capital cearense também teve protestos nos dias em que sediou outros dois jogos pela Copa das Confederações. Há oito dias, ao menos 18 pessoas ficaram feridas em confrontos entre manifestantes e a polícia durante e depois da partida entre Brasil e México. O conflito começou em meio a um protesto que reuniu cerca de 10 mil manifestantes. No domingo, cerca de 300 pessoas bloquearam parcialmente o acesso ao Aeroporto Internacional Pinto Martins no fim da tarde. Horas antes, o grupo havia bloqueado a principal via de acesso à Arena Castelão, onde ontem jogaram Espanha e Nigéria. Não houve confrontos.  

continua após publicidade