Esportes

Ao vencer Uruguai, Brasil vê bom presságio

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 27 de junho (Folhapress) - O Brasil já ganhou três títulos oficiais após eliminar o Uruguai nas semifinais. Domingo, no Maracanã, a seleção brasileira terá a chance de manter a escrita. O adversário da final sairá do confronto entre Itália e Espanha, que jogam hoje, às 16h, em Fortaleza. Na Copa-1970, no México, o Brasil era dirigido pelo técnico Zagallo e tinha craques como Pelé, Tostão, Rivellino, Jairzinho e Gérson em campo. Nas semifinais, bateu o Uruguai, de virada, por 3 a 1, e depois derrotou a Itália na final. Em 2004 e 2007, a seleção passou por dois roteiros parecidos na Copa América. Há nove anos, no Peru, sob o comando de Carlos Alberto Parreira, o Brasil contou com uma atuação destacada do goleiro Julio Cesar. A seleção derrotou os uruguaios na disputa de pênaltis e ganhou o torneio diante da arquirrival Argentina. Três anos depois, na Venezuela, a equipe do técnico Dunga, hoje no Internacional, passou por uma situação semelhante. Eliminou o Uruguai nos pênaltis e despachou a Argentina de Messi na decisão por 3 a 0.  

continua após publicidade