Esportes

Seleção mira vitória e vaga na semifinal

Da Redação ·
Crédito da foto - esporte.ig.com.br/
fonte:
Crédito da foto - esporte.ig.com.br/

O Brasil de Luiz Felipe Scolari pode garantir vaga antecipada nas semifinais da Copa das Confederações. Para tanto, precisa de uma vitória sobre o México nesta quarta-feira (19), às 16h, na Arena Castelão, em Fortaleza, pela segunda rodada da fase de grupos da competição.

Os resultados da rodada de abertura do Grupo A deram ao Brasil a chance de ir ao mata-mata já nesta rodada. Como venceu o Japão por 3 a 0 no último sábado, uma vitória sobre os mexicanos em Fortaleza dá a vaga ao Brasil caso a favorita Itália supere o Japão, também amanhã, na Arena Pernambuco.

O time de Felipão vai em busca de sua terceira vitória seguida sob o comando do treinador, que voltou ao comando da seleção em dezembro de 2012. Antes de superar os japoneses, o Brasil venceu a França em amistoso na Arena Grêmio, em Porto Alegre.

Porém, o México tem levado a melhor sobre os brasileiros nos últimos encontros entre as seleções. Em junho de 2012, em amistoso nos EUA, o time mexicano venceu o Brasil do técnico Mano Menezes por 2 a 0. Depois, nos Jogos de Londres, a equipe olímpica do Brasil perdeu a decisão da medalha de ouro para o México por 2 a 1.

"O México é sempre muito complicado. Estou engasgado há um bom tempo. Mas não vou jogar como uma revanche", disse o zagueiro Thiago Silva, que era o capitão brasileiro na final olímpica em Londres.

"Vou jogar como um jogo importante para a minha carreira e para a seleção. Tenho certeza que será ainda mais difícil que a final olímpica, já que eles estão agora como jogadores mais experientes", acrescentou o defensor.

Após perder para os italianos por 2 a 1 na estreia, o México praticamente dará adeus à Copa das Confederações se perder na capital do Ceará. Porém, a equipe confia no bom retrospecto recente contra o Brasil para superar o favoritismo dos anfitriões -oito jogadores do México estavam na final olímpica em Wembley.

"Acredito que é preciso ter calma, que é algo que tem nos faltado. O trabalho leva você adiante, e é o que temos na cabeça. Seguir trabalhando a 100%, não nos dar por vencidos e agora vamos nos preparar para a partida contra o Brasil, que será igual ou duas vezes mais complicada", declarou o zagueiro Francisco Rodríguez.

Principal estrela mexicana, o atacante Chicharito Hernández, do Manchester United, tem escalação garantida. Do lado brasileiro, Felipão deverá manter o mesmo time que iniciou os jogos contra franceses e japoneses.

BRASIL

Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk, Neymar e Fred. Técnico: Luiz Felipe Scolari


MÉXICO

Corona; Flores, F. Rodríguez, Moreno e Salcido; Torrado, Aquino, Zavala, Giovanni dos Santos e Guardado; Chicharito Hernández. Técnico: José Manuel de la Torre



Estádio: Arena Castelão, em Fortaleza

Horário: 16h

Árbitro: Howard Webb (Inglaterra)
 

continua após publicidade