Esportes

Internacional ganha e passa de fase na Libertadores

Da Redação ·
Andrezinho abriu caminho para a vitória gaúcha na Libertadores
fonte: Ricardo Rimoli
Andrezinho abriu caminho para a vitória gaúcha na Libertadores

Com sua melhor atuação no ano, o Internacional, de Porto Alegre (RS), derrotou o Deportivo Quito, do Equador, por 3 a 0, nesta quinta-feira (22) à noite, no Estádio Beira-Rio, garantiu o primeiro lugar no Grupo 5 e a vaga nas oitavas de final da Libertadores. O adversário Colorado será o Banfield, da Argentina, segundo colocado no Grupo 6.
 

continua após publicidade

Ao contrário das últimas partidas, quando saia atrás, ou marcava depois da metade do primeiro tempo, o Internacional pressionou o Deportivo Quito desde o começo e abriu o placar logo com tres minutos de bola rolando.



E o gol saiu dos pés do novo titular: Andrezinho não teve medo, arriscou de longe e acertou, de canhota, a bola no ângulo do goleiro Ibarra. Se havia faltado vontade para o Colorado no empate em 0 a 0 na partida passada, contra o também equatoriano Emelec, dessa vez os jogadores mostravam o contrário.

Muita correria e oportunidades para o Inter foi o que se viu após o gol. Alecsandro perdeu alguns gols, é verdade, mas a torcida já está acostumada. Mas não eram só os jogadores colorados que estavam com vontade de vencer, afinal, o Deportivo Quito precisava ao menos empatar para se classificar. As bolas na área, somadas as saídas um tanto quanto atabalhoadas de Abbondanzieri, assustaram um pouco.

continua após publicidade

Com sua melhor atuação até então na Libertadores, os jogadores deixaram o campo confiantes e voltaram para o campo querendo mais um gol na segunda etapa. Sem deixar os equatorianos jogarem, o Inter tocava a bola e tinha o domínio completo da partida.

Após algumas chances perdidas, Bolívar conseguiu fazer o que Alecsandro, D'Alessandro e Kléber não foram capazes: o segundo gol. De cabeça, aos 15 minutos, o zagueiro ampliou a vantagem colorada e deu mais tranquilidade ao time e à torcida.

No fim, muita emoção. Walter, Andrezinho e Kléber, exaustos, pediram para sair. Também deu tempo do atacante Edu que havia acabado de entrar, aos 43, ser expulso por uma entrada imprudente no goleiro Ibarra. E de Giuliano, com um lindo chute, selar a vitória aos 47.