Esportes

Palmeiras empata com o Atlético-PR e avança na Copa do Brasil

Da Redação ·

Após a confusão no jogo de ida --quando o zagueiro Manoel acusou de racismo o palmeirense Danilo--, Atlético-PR e Palmeiras empataram por 1 a 1 na Arena da Baixada, em Curitiba, nesta quarta-feira, na partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Como venceu o primeiro duelo por 1 a 0, no Parque Antarctica, o Palmeras avançou no torneio.

continua após publicidade

Na próxima fase, o Palmeiras vai enfrentar o vencedor do confronto entre Santa Cruz e Atlético-GO --a segunda partida será nesta quinta-feira.

O jogo foi cercado por um clima tenso. Indignados pela ofensa contra Manoel, alguns torcedores do Atlético-PR pintaram o rosto de preto para protestar contra a atitude de Danilo.

continua após publicidade

O zagueiro também foi bastante hostilizado ao entrar em campo. Na hora do cumprimento entre os atletas, Manoel não apertou a mão de Danilo.

A confusão entre Danilo e Manoel aconteceu durante o primeiro tempo da partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Na oportunidade, os dois jogadores se estranharam e, após receber uma cabeçada de Manoel, Danilo chamou o jogador do clube paranaense de "macaco" e cuspiu em seu rosto, como mostram as imagens das emissoras de televisão.

Logo após a partida, Manoel prestou queixa contra o jogador palmeirense. No dia seguinte, Danilo compareceu ao 23º Distrito Policial, em Perdizes, para prestar depoimento e confirmou que realmente xingou Manoel. Ele também deu uma entrevista coletiva pedindo desculpas e dizendo que estava arrependido.

continua após publicidade

Em campo, o Palmeiras criou uma boa chance para abrir o placar logo aos 8min. Após levantamento da direita, o zagueiro Léo ganhou de cabeça da zaga adversária mas cabeceou para fora.

Aos 16min, o Atlético-PR perdeu Bruno Costa, que já tinha cartão amarelo, e foi expulso após cometer pênalti em Lincoln. Na cobrança, Robert bateu com paradinha, mas o goleiro Neto defendeu.

"Infelizmente o gol não saiu. Estamos jogando melhor", disse Robert, na saída para o intervalo.

continua após publicidade

Mesmo com um jogador a menos, o Atlético-PR tentou pressionar no início do segundo tempo. O meio-campista Netinho bateu de fora da área e o goleiro Marcos colocou a bola para escanteio.

O Palmeiras respondeu aos 12min num chute do lateral Armero, que passou perto do gol. Aos 20min, após bola jogada pela direita, a bola sobrou para Lincoln, que bateu por cima do gol.

continua após publicidade

Depois foi a vez de Ewerthon, que completou um cruzamento da direita e ameaçou o gol atleticano.

Os 30min, o Atlético-PR ameaçou numa bela arrancada de Alan Bahia, que parou na defesa do goleiro Marcos.

Pouco depois, aos 34min, o árbitro Gutemberg de Paula Fonseca marcou um pênalti do zagueiro Léo. O lance foi muito contestado pelos palmeirenses, mas Alan Bahia usou a paradinha para deslocar Marcos e abrir o placar.

O Palmeiras chegou ao empate e à classificação com Lincoln, que completou um cruzamento da direita quase dentro do gol.