Esportes

Após polêmica racista , tribunal denuncia Danilo e Manoel

Da Redação ·
 Jogadores se envolveram em desentendimento durante jogo entre Palmeiras e Atlético-PR
fonte: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press
Jogadores se envolveram em desentendimento durante jogo entre Palmeiras e Atlético-PR

Depois da polêmica racista protagonizada por Danilo, do Palmeiras, e Manoel, do Atlético-PR, na última quarta-feira (14), ambos acabaram denunciados nesta segunda-feira (19) pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). Além de poderem pegar ganchos pesados, os jogadores também correm risco de serem suspensos preventivamente.

continua após publicidade

Danilo é o que pode pegar suspensão maior. O zagueiro foi denunciado por ter xingado Manoel de "macaco" e ter cuspido no rosto do adversário. A primeira infração prevê pena de cinco a dez jogos, enquanto a segunda rende gancho de seis a doze partidas para o defensor. Somadas as punições, Danilo pode ser suspenso por até 22 jogos.

continua após publicidade

Já Manoel foi denunciado duplamente por praticar ato de hostilidade, já que deu uma cabeçada em Danilo e depois admitiu ter pisado no palmeirense. Como o artigo no qual foi enquadrado prevê pena de um a três jogos, ele pode ser punido com até seis partidas se suspensão.

continua após publicidade

Ainda pelo Atlético, Paulo Baier também acabou denunciado no STJD. O meia foi expulso na vitória por 1 a 0 do Palmeiras, no Palestra Itália, e agora responderá por atitude desleal, com pena máxima de três jogos.

Quanto a Danilo e Manoel, além da ameaça pelo julgamento, ambos tiveram um pedido de suspensão preventiva por parte da Procuradoria do STJD, que os deixaria de fora da partida desta quarta-feira, na Arena da Baixada, pelo confronto de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Caso sejam punidos posteriormente, eles podem ter que cumprir a pena no Campeonato Brasileiro.