Esportes

Campeão mundial de boxe comete suicídio

Da Redação ·
O venezuelano Edwin Valero, escoltado por um policial na prisão
fonte: Reuters
O venezuelano Edwin Valero, escoltado por um policial na prisão

Campeão mundial na categoria peso leve do Conselho Mundial de Boxe, o venezuelano Edwin Valero cometeu suicídio neste domingo (18), um dia após ser preso sob a acusação de ter matado a sua mulher, Jennifer Carolina de Valero. De acordo com a polícia do estado de Carabobo, ele havia confessado o crime horas antes.

continua após publicidade

O chefe da Polícia Federal da Venezuela, Wilmer Flores Trossel, explicou como ocorreu o suicídio.

continua após publicidade

- Um outro preso, que estava em uma cela adjacente, escutou ruídos na cela de Valero e chamou os guardas, que se aproximaram e viram o corpo do boxeador 'Inca' Valero pendurado pelas suas próprias roupas.

continua após publicidade

Neste domingo (18), a polícia havia comunicado que Valero e sua mulher se hospedaram em um hotel e, hora depois, Valero confessou aos funcionários que havia matado sua mulher. Jennifer foi encontrada morta com perfurações de arma branca em seu corpo.

Quando foi preso, foi detectado em Valero a presença de álcool e drogas. O pugilista enfrentava problemas psicológicos há tempos, afirmou seus advogados.

continua após publicidade

O pugilista já havia batido na esposa no mês de março e, por ordem do juiz, teria de se apresentar à Justiça a cada 90 dias, além de passar por cinco dias de desintoxicação em um hospital. Em 2007, ele foi acusado de agredir sua mãe e sua irmã.