Esportes

Luis Fabiano oferece gols a dirigentes que o criticaram

Da Redação ·





Por Rafael Reis

SÃO PAULO, SP, 29 de maio (Folhapress) - Após reclamar publicamente de ter sido dado como negociável, o atacante Luis Fabiano ofereceu seus gols na vitória por 5 a 1 do São Paulo sobre o Vasco, hoje, ao presidente do clube, Juvenal Juvêncio, e ao diretor de futebol Adalberto Baptista.

"Quero dedicar os gols para duas pessoas, um para Adalberto e outro para Juvenal, que fizeram um trato comigo e agora vão ter de cumprir", disse o camisa 9, que havia prometido os gols aos cartolas.

Além dos oferecimentos a dirigentes, o centroavante também falou de forma agressiva sobre sua situação no clube.

O camisa 9 está em guerra com Juvenal desde que o presidente declarou depois da eliminação na Libertadores que aceitaria uma proposta para negociar o jogador. O mandatário voltou atrás posteriormente, mas o estrago já estava feito.

"Não quero dar resposta para ninguém. Minha vida no São Paulo sempre foi assim. Quando o time perde, a culpa é minha, eu não presto. Quando ganha e faço gol, eu presto. Não tem problema. Sou muito questionado por alguns, mas sei do meu potencial. Sei do que sou capaz", afirmou.

Luis Fabiano recebeu sondagem do Inter, mas o negócio não evoluiu. Segundo o técnico Ney Franco, as desavenças estão praticamente resolvidas.

"Queremos que ele fique até o fim do ano. As coisas estão se encaixando, nunca faltou vontade ao Luis."
 

continua após publicidade