Esportes

São Paulo atropela Vasco no 2.º tempo e goleia por 5 a 1

Da Redação ·
O São Paulo precisou apenas dos 45 minutos finais para mostrar todas as deficiências do Vasco, golear a equipe carioca por 5 a 1 e arrancar os gritos de "olé" da torcida no Morumbi, nesta quarta-feira. Depois de um primeiro tempo sem criatividade, o time da casa voltou atropelando para a etapa final, muito em função do atacante Aloísio, que entrou no intervalo, e garantiu a segunda vitória em duas rodadas do Campeonato Brasileiro. O resultado levou o São Paulo aos seis pontos, garantindo-lhe a liderança isolada da competição, pelo menos até o fim desta quarta-feira. Já o Vasco manteve os três pontos, mas mais preocupante que a colocação intermediária da equipe na tabela foi o futebol demonstrado pelos cariocas, que não conseguiram agredir o adversário e ainda tiveram a defesa facilmente penetrada no segundo tempo. O time carioca tentará se recuperar fora de casa, diante do Vitória, no próximo sábado, no Barradão. No dia seguinte, o São Paulo terá pela frente seu algoz da Libertadores, o Atlético-MG, no Independência. O JOGO - O São Paulo começou melhor, atacando principalmente pelo lado direito, mas não conseguia levar perigo. Assim, a primeira chegada foi do Vasco. Aos 14 minutos, Fellipe Bastos bateu falta pela esquerda, Tenorio tentou cabecear, mas a bola passou por toda a área e quase entrou no canto esquerdo de Rogério. O primeiro bom momento do São Paulo aconteceu aos 34 minutos. Luis Fabiano recebeu enfiada de bola de Rodrigo Caio e bateu cruzado, para defesa de Michel Alves. Trocando mais passes curtos, ainda pelo lado direito, o time da casa começava a chegar com mais frequência e voltou a assustar aos 39 minutos. Roni tocou na área para Osvaldo, que dominou e bateu na rede pelo lado de fora. Após 44 minutos muito sonolentos, o grande momento da etapa inicial ficou justamente para o último minuto, quando Douglas avançou pelo lado direito e encheu o pé de fora da área. A bola explodiu no travessão. Depois, Carleto também tentou de fora da área e exigiu defesa de Michel Alves, mas o primeiro tempo terminou mesmo em um merecido 0 a 0. As duas equipes voltaram diferentes para o segundo tempo. No Vasco, Tenorio deixou o gramado com um sangramento no supercílio, consequência de um choque com Luis Fabiano, para a entrada de Edmilson. Do lado são-paulino, os recém-contratados Roni e Silvinho deram suas vagas a Maicon e Aloísio. E logo aos cinco minutos, Aloísio mostrou que a aposta nele foi certa. Ele recebeu belo passe, girou sobre a marcação e bateu cruzado, mas a bola bateu na trave. Mais quatro minutos e foi a vez de Luis Fabiano levar perigo. Após cruzamento da esquerda, o atacante cabeceou à esquerda. A pressão são-paulina finalmente surtiria efeito aos 15 minutos. Aloísio dividiu com Fellipe Bastos, que foi com o corpo mole e perdeu a bola. O atacante, então, acionou Luis Fabiano, que estava em posição duvidosa. Ele esperou o tempo certo e encheu o pé direito, forte, no alto, sem chance para Michel Alves. Aloísio era mesmo o diferencial do São Paulo no segundo tempo e não demoraria para ele aumentar a vantagem. Aos 23 minutos, Lúcio foi esperto e aproveitou novo erro na saída de bola do Vasco. Ele avançou até a intermediária e cruzou para o atacante, que dominou e bateu no ângulo direito do goleiro, para marcar um belo gol. O desânimo do lado vascaíno era claro e o terceiro gol sairia na sequência. Carleto recebeu cobrança de escanteio e invadiu sozinho a área pelo lado esquerdo. Mesmo sendo canhoto, decidiu arriscar de direita e acertou o canto de Michel Alves, que não alcançou. A vitória viraria goleada dois minutos depois. Luis Fabiano aproveitou rebote após boa jogada de Osvaldo, invadiu a área como quis e bateu para marcar. Sem poder ofensivo, o Vasco só poderia chegar ao gol em um erro do adversário, e seria logo do principal líder são-paulino. Aos 37 minutos, Rogério Ceni recebeu bola recuada e tentou sair jogando pelo meio. Dakson foi mais esperto, aproveitou o vacilo do goleiro e encheu o pé para diminuir o vexame. Ainda haveria tempo para Luan, contra, fazer o quinto do São Paulo, aos 39 minutos. FICHA TÉCNICA: SÃO PAULO 5 X 1 VASCO SÃO PAULO - Rogério Ceni; Douglas, Lúcio, Paulo Miranda e Carleto; Denilson, Rodrigo Caio e Roni (Maicon); Silvinho (Aloísio), Osvaldo e Luis Fabiano. VASCO - Michel Alves; Nei, Luan, Renato Silva e Yotun; Wendel (Dakson), Fellipe Bastos (Pedro Ken), Sandro Silva e Alisson; Eder Luis e Tenorio (Edmilson). GOLS - Luis Fabiano, aos 15, Aloísio, aos 23, Carleto, aos 27, Luis Fabiano, aos 29, Dakson, aos 37, e Luan (contra), aos 37 minutos do segundo tempo. ÁRBITRO - Márcio Chagas da Silva (RS). CARTÕES AMARELOS - Denilson (São Paulo FC); Fellipe Bastos (Vasco). RENDA - R$ 204.060,00. PÚBLICO - 8.079 pagantes. LOCAL - Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).
continua após publicidade