Esportes

Ferrari atribui acidente a problema no carro de Massa

Da Redação ·
A Ferrari afirmou neste domingo que o acidente sofrido por Felipe Massa durante o GP de Mônaco pode ter origem em uma falha no carro. Um "problema" no lado esquerdo da asa dianteira poderia ter originado o erro que levou o brasileiro a acertar com força a barreira de proteção na 30ª volta da corrida nas ruas de Montecarlo. "Diferentemente de ontem sábado, o incidente de hoje pode ser atribuído a um problema no lado esquerdo da asa dianteira do carro", afirmou o chefe técnico da Ferrari, Pat Fry, ao fim da corrida. O acidente, assim, seria uma consequência direta da batida ocorrida nos terceiro treino livre, na manhã de sábado. O acidente causou muitos danos ao carro do brasileiro, que não conseguiu disputar o treino classificatório porque os ajustes não ficaram prontos a tempo de entrar na pista. Contudo, pôde disputar a corrida deste domingo, largando da penúltima posição do grid. "O acidente de hoje foi muito parecido com o de ontem, mas, na verdade, os dois incidentes são muito diferentes", avaliou Fry. O chefe técnico da Ferrari não deu maiores detalhes sobre como o problema teria causado o acidente deste domingo. "Ainda é muito cedo para dizer o que aconteceu precisamente. Nos próximos dias, vamos tentar descobrir qual foi a causa exata do acidente", declarou. A batida deste domingo chegou a levar o brasileiro ao hospital. Após exames, ele foi liberado sem qualquer sinal de lesões. "Eu fui levado ao hospital para fazer todos os exames de precaução e, felizmente, tudo está em ordem. Estou bem, só estou sentindo uma pequena dor em meu pescoço, mas não é nada sério", comentou Massa. "Agora, vou procurar ficar em forma e estar 100% para a corrida em Montreal. Tudo o que eu quero é colocar este fim de semana ruim para trás e pensar em ir bem no restante da temporada", afirmou o brasileiro. A próxima etapa da Fórmula 1 será disputada no Canadá, daqui a duas semanas.
continua após publicidade