Esportes

Reunião acaba e Barcelona deve ser destino de Neymar

Da Redação ·
Reunião acaba e Barcelona deve ser destino de Neymar
fonte: Agências
Reunião acaba e Barcelona deve ser destino de Neymar

A novela que começou na metade de 2011 está chegando ao fim. O Santos comunicou oficialmente nesta sexta-feira que aceitou vender Neymar e agora só falta assinar o contrato para o negócio ser fechado. O clube recebeu duas propostas - uma do Barcelona e outra do Real Madrid - e o craque deve anunciar no fim de semana que escolheu o time catalão. Neste domingo, ele vestirá a camisa santista pela última vez, em Brasília, contra o Flamengo. E depois da Copa das Confederações viajará para a Espanha.

Ao deixar a Vila Belmiro, no início da madrugada deste sábado, Neymar disse que vive "um dos momentos mais felizes" de sua vida. Seu pai afirmou que iriam pensar com calma antes de anunciar a decisão, mas o Barcelona não tem dúvida de que venceu a concorrência porque o craque sempre deixou claro que queria jogar no Camp Nou. E nos últimos dias seu pai esteve em contato direto com os negociadores do clube catalão - o diretor de futebol Raúl Sanllehí e os agentes André Cury e Marcos Malaquias. Antes do segundo jogo da final do Campeonato Paulista contra o Corinthians, eles ficaram três dias hospedados na casa de Neymar no Guarujá.

A oferta do Barcelona é de 28 milhões de euros (R$ 74,2 milhões) e mais dois amistosos. O Santos, que tinha 55% dos direitos econômicos, convenceu a DIS a receber menos do que os 40% a que tinha direito em troca de ficar com a cota que caberia ao clube nos amistosos (ainda sem datas e locais definidos). Assim, embolsará mais do que os R$ 40,8 milhões que ganharia se a DIS não tivesse aceitado reduzir a sua parte. A Teisa (Terceira Estrela S.A., um grupo de investidores santistas) receberá R$ 3,7 milhões pelos 5% que detinha.

continua após publicidade
confira também

O martelo foi batido depois de uma longa jornada que começou às 16 horas. O primeiro ato, que durou quase uma hora, foi uma conversa entre o pai do craque e o presidente em exercício Odílio Rodrigues. Neymar da Silva Santos foi pedir ao dirigente que entrasse logo em acordo com o Barcelona, estratégia combinada com a direção do clube catalão. O acordo de seu filho com o clube catalão está fechado há um bom tempo: contrato até 2018, com salário anual de 7 milhões de euros (R$ 18,5 milhões).

Depois que o pai de Neymar saiu da sala, entraram Raúl Sanllehí (diretor de futebol do Barcelona) e os agentes de jogadores André Cury e Marcos Malaquias. Com o bom andamento da conversa, foram chamados os advogados dos dois clubes para tratarem da redação do contrato de transferência. O acerto tinha ficado bem adiantado depois da reunião da última quinta na Vila Belmiro entre Sanllehí, Cury, Odílio Rodrigues e a advogada do Barcelona.

Por volta das 21 horas, o Santos divulgou uma nota oficial dizendo que havia recebido duas propostas por Neymar (não disse o nome dos clubes, mas eram de Barcelona e Real Madrid) e decidido vender o jogador, que iria à Vila Belmiro analisar as duas e decidir para onde queria ir. Puro jogo de cena porque o clube sempre soube que Neymar só queria jogar no Barcelona. Foi também um jeito de jogar nas costas do garoto a "culpa" por não ter feito negócio com quem oferecia mais dinheiro.