Esportes

Muricy projeta sofrimento santista no Brasileiro e torce por Robinho

Da Redação ·





Por Rafael Valente

SANTOS, SP, 23 de maio (Folhapress) - O técnico Muricy Ramalho analisou o início do Santos no Campeonato Brasileiro, com início já neste fim de semana, e disse que a equipe irá sofrer. "É outra competição. Longa demais. Neste momento não estamos prontos para iniciar o Brasileiro. O começo é difícil porque as equipes não estão definidas. Neste começo vamos sofrer um pouquinho", disse o treinador após o empate sem gols com o Joinville, na Vila Belmiro.

O Santos assegurou a vaga na terceira fase da Copa do Brasil e irá enfrentar o Crac-GO em data a ser definida pela CBF.

Sobre o Brasileiro, o primeiro jogo do Santos é domingo contra o Flamengo, em Brasília, Muricy disse que espera reforços. Falou sobre o atacante Robinho, do Milan, que já é especulado no Santos. "Ele é um ídolo. Vi esse último jogo do Milan para ver como ele estava [contra o Siena, vitória por 2 a 1 de virada]. Seria importante, se perdermos o maior ídolo do país que é o Neymar, trazer o Robinho."

A diretoria santista, no entanto, diz que ainda não conversou com Robinho. Espera definir a situação de Neymar, que tem seu futuro decidido na Vila. O clube já rejeitou duas ofertas do Barcelona pelo atacante.

Pela tarde, o Santos anunciou que rejeitou a proposta do Barcelona, após uma reunião do comitê gestor do Santos pela manhã na casa do presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, em São Paulo, para tratar do futuro de Neymar.

Pessoas ligadas à diretoria afirmam que a chance de a venda ser concretizada neste momento é pequena por dois motivos: a oferta está distante dos Ç 65 milhões (R$ 170 milhões) da multa rescisória do atacante e a janela de transferência ainda não foi aberta.

Os cartolas devem aguardar até o início da Copa das Confederações, a partir de 15 junho, na expectativa de atrair o interesse de outros clubes e valorizar as ofertas em torno de sua maior estrela. Na Espanha, especula-se que o Real Madrid deve competir para ter o atacante, mas o Santos diz que até agora apenas o Barcelona se manifestou.
 

continua após publicidade