Esportes

Cleber Santana vai jogar com chuteira furada

Da Redação ·
 Calcanhar da chuteira de Santana é 'especial'
fonte: Miguel Schincariol
Calcanhar da chuteira de Santana é 'especial'

O Santos é a pedra no sapato do São Paulo a caminho da final do Campeonato Paulista. E um calo é a razão do buraco na chuteira de Cleber Santana, uma das apostas de Ricardo Gomes para a decisão.

continua após publicidade

Desde que chegou ao Morumbi, em janeiro, o volante convive com o incômodo no calcanhar esquerdo. No segundo jogo com a camisa tricolor, Cleber entrou no segundo tempo justamente diante do Santos e não se destacou. O motivo?

– O calo mal me deixava andar. Senti uma dor enorme, fiquei mancando o jogo inteiro – relembrou.

continua após publicidade

A solução adotada pelo camisa 8 foi criativa. A partir da rodada seguinte, contra o Ituano, a chuteira esquerda passou a ter um buraco na parte traseira. Já nessa partida, Cleber Santana foi um dos melhores da equipe na vitória por 1 a 0.

Após alguns ajustes na largura do furo, o jogador se adaptou e parecia ter conquistado um concorrido lugar entre os titulares de Ricardo Gomes. Mas somente parecia...

O técnico resolveu combater a lentidão do meio de campo e Cleber, um dos 11 reforços contratados para essa temporada, foi um dos “culpados” pelo problema. Depois do empate por 0 a 0 no México, contra o Monterrey, deixou a equipe.

continua após publicidade

O atleta parecia em baixa, mas ressurgiu com força total no início da semana. A contestada expulsão de Marlos na primeira semifinal contra o Santos abriu uma vaga no meio de campo e, de acordo com os treinos, Cleber Santana foi eleito.

– É uma opção. Ele e o Hernanes ficam no mesmo lugar, gostam de ocupar a mesma posição, então é mais fácil jogar com o Marlos. Com Cleber e Hernanes juntos, o time perde um pouco da velocidade – admitiu Ricardo na sexta-feira pela manhã.

Após superar o calo, Santana vê no duelo de domingo a chance para superar também a desconfiança em relação ao seu aproveitamento e colocar o São Paulo na final do Paulista. Para isso, terá de derrotar a sensação do futebol brasileiro por dois gols de diferença. O volante, de chuteira furada, está confiante.

continua após publicidade

– O calo já está legal, me sinto bem. O Santos tem jogadores rápidos, leves, que jogam para frente, mas também deixa espaços e nós temos de aproveitar – disse Cleber.

Buraco na Vila? Só na chuteira!