Esportes

Dirigente da Ponte diz que São Paulo desistiu de Cicinho

Da Redação ·
O São Paulo recuou e não vai mais negociar com a Ponte Preta para contratar Cicinho. Segundo o executivo de futebol do clube de Campinas, Ocimar Bolicenho, o time do Morumbi encerrou as conversas nesta segunda-feira após não entrar em consenso sobre a forma de pagamento pelo atleta. "O Adalberto (Baptista) me ligou hoje (segunda) e disse que da forma como queremos equacionar o negócio as conversas estão encerradas, e o São Paulo não irá mais tratar conosco. Não existe mais conversa pelo Cicinho. O problema está nos valores que eles querem nos pagar em dinheiro e nos jogadores oferecidos", explicou o dirigente. Cicinho tem sua multa contratual estipulada em R$10 milhões, mas a Ponte aceitava negociar por um valor menor. O entrave aconteceu depois das partes não chegarem a um consenso entre o valor que seria pago em dinheiro e os atletas oferecidos pelo São Paulo. Dos afastados do elenco, a equipe campineira se entusiasmou apenas com o argentino Marcelo Cañete, mas o clube do Morumbi reluta em vender o meia em definitivo. Esta é a terceira investida são-paulina por Cicinho, que não esconde o desejo de se transferir para ganhar mais visibilidade. Campeão do Interior e um dos principais destaques da equipe, ele chegou a dizer que acreditava que o desfecho positivo sairia em breve, mas pelo menos por enquanto a transferência não passa de um desejo. Bolicenho não descarta uma nova investida do São Paulo, mas acredita que o ânimo dos dirigentes esfriou após mais uma negativa. "Acho que dessa vez acabou, mas não fechamos as portas para novas conversas. Só que pelo que o Adalberto me comunicou as conversas estão mesmo encerradas."
continua após publicidade