Esportes

No adeus, torcida do Chelsea perdoa técnico espanhol

Da Redação ·

Por Rafael Reis, Enviado especial* LONDRES, REINO UNIDO, 19 de maio (Folhapress) - A tarde de hoje foi de despedidas no Stamford Bridge. E em sua última partida sob comando do Chelsea, o técnico Rafa Benítez parece, enfim, ter sido aceito pela torcida. Sem nenhuma crítica ao espanhol e nem gritos pela provável chegada de José Mourinho, do Real Madrid, o time londrino derrotou o Everton por 2 a 1, pela rodada final do Inglês, terminou a temporada na terceira colocação e selou a classificação para a fase de grupos da Copa dos Campeões. O jogo também marcou a despedida de David Moyes, treinador escocês que encerra um trabalho de 11 anos no Everton para substituir Alex Ferguson no comando do Manchester United a partir de julho. Talvez pelo título da Liga Europa, conquistado na quarta-feira, sobre o Benfica, ou por efeito de fim de temporada, os torcedores do Chelsea pararam de criticar Benítez, o que vinha acontecendo desde a contratação do treinador, em novembro. Alguns fãs até levaram faixas de apoio ao espanhol. "Obrigado Rafa, o trabalho foi feito", dizia um cartaz localizado atrás do gol defendido pelo goleiro do Everton, Justin Howard, no primeiro tempo. Outra faixa brincava com a nova situação do treinador. "Rafa, vê se agora você gosta do que lê aqui." Ao ouvir o apito final que selou a classificação e o fim da temporada do Chelsea, o espanhol foi protocolar. Cumprimentou Moyes e se dirigiu para o vestiário. Deixou apenas os jogadores festejando com uma torcida que só passou o apoiar na hora da despedida. *O jornalista Rafael Reis viaja a convite da Samsung  

continua após publicidade