Esportes

Briga entre organizadas provocou confusão, diz PM

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 16 de maio (Folhapress) - A Polícia Militar disse que a confusão que aconteceu no Pacaembu foi provocada por conta de uma briga entre torcedores de duas organizadas do Corinthians -Camisa 12 e Gaviões da Fiel- durante e depois da partida da equipe alvinegra contra o Boca Juniors pela Libertadores.

Procuradas pela reportagem, ambas não se pronunciaram sobre a confusão.

De acordo com a polícia, houve confusão no intervalo do jogo, ainda dentro do estádio, e após a partida, desta vez na praça Charles Muller. Apesar da briga envolvendo membros das duas organizadas, ninguém foi preso. A PM afirmou também que não tem até o momento informações sobre feridos.

"Ocorreu um confronto no intervalo da partida, entre as torcidas da Gaviões da Fiel e Camisa 12, porque componentes da Camisa 12 não deixaram a outra torcida estender o bandeirão da Gaviões. A Polícia Militar, para evitar um mal maior, separou a briga. Na saída do estádio a Gaviões da Fiel, em retaliação, tentou tomar o bandeirão da Camisa 12, criando assim um novo confronto, quando novamente a Polícia Militar, através do Regimento de Cavalaria, efetuou a dispersão da briga", informou o comando do 2º Batalhão de Polícia de Choque em nota.

Na última semana, a FPF (Federação Paulista de Futebol) publicou uma resolução proibindo a Gaviões da Fiel de entrar nos estádios paulistas após quebra de cadeiras e arremessos de bombas caseiras contra são-paulinos no Morumbi, no último dia 5.

No último domingo, uma confusão entre torcedores da Estopim da Fiel e Coringão Chopp acabou em pancadaria durante o clássico contra o Santos. A briga foi motivada por disputa por espaço na arquibancada.
 

continua após publicidade