Esportes

Brasil perde outro amistoso contra equipe da WNBA

Da Redação ·
A seleção brasileira feminina de basquete voltou a perder nesta quarta-feira para uma equipe da WNBA. Assim como já tinha acontecido no amistoso da última segunda, diante do Atlanta Dream, o Brasil foi derrotado agora pelo Washington Mystics, por 71 a 56, na capital dos Estados Unidos. Os dois amistosos contra os times da liga norte-americana de basquete fazem parte do começo do trabalho do técnico Luiz Augusto Zanon, que foi contratado no final de março para comandar a seleção feminina e fez apenas um pequeno período de treinos antes dos jogos nos Estados Unidos. Na segunda-feira, o Brasil perdeu por 97 a 47 para o Atlanta Dream, time onde joga a brasileira Érika. Dessa vez, a performance brasileira foi melhor, tanto que terminou o primeiro tempo, após os dois quartos iniciais, em vantagem no placar. No final, porém, o Washington Mystics venceu. "Estou muito feliz em ver que as atletas evoluíram no comportamento e nas tomadas de decisões desde o amistoso de segunda-feira contra o Atlanta Dream. Elas fizeram um primeiro tempo fantástico, mas temos muito trabalho pela frente", avaliou Zanon, após a derrota no jogo em Washington. A melhor jogadora do Brasil em quadra foi a pivô Damiris, com 12 pontos e nove rebotes, mas Jaqueline (11 pontos) e Clarissa Santos (nove pontos e sete rebotes) também se destacaram. Do lado do Washington Mystics, as cestinhas foram Emma Meeseman e Tayler Hill, com 12 pontos cada. "Como é uma equipe muito jovem, nosso objetivo é construir um perfil do grupo. Estamos focados ainda no princípio que temos trabalhado nesses primeiros dez dias de treino. E, como tenho falado, ainda não estamos avaliando o resultado e, sim, o comportamento das jogadoras", disse Zanon. Com um grupo que tem média de 22,6 anos de idade, Zanon está preparando a seleção para o Campeonato Sul-Americano, de 23 a 27 de julho, na Argentina, e a Copa América, de 23 a 29 de setembro, no México - este último classifica os três melhores para o Mundial de 2014, na Turquia.
continua após publicidade