Esportes

Brunoro descarta fazer mudanças radicais no Palmeiras

Da Redação ·
O diretor executivo do Palmeiras, José Carlos Brunoro, descartou nesta quarta-feira a possibilidade de fazer mudanças drásticas no elenco após a eliminação do time nas oitavas de final da Copa Libertadores, sacramentado na última terça-feira com a derrota por 2 a 1 para o Tijuana no Pacaembu. O dirigente ressaltou que o trabalho da nova diretoria está apenas no início e não pode ser interrompido nesse momento. "Quando a gente faz uma análise é algo rápido. O Palmeiras como time, camisa, é difícil perder competições. Não estamos contentes, mas quando estamos no meio do projeto e no meio da formatação de um trabalho, temos de analisar o que já foi feito. Não podemos mudar tudo por causa de um jogo", disse. Brunoro não considerou ruim os resultados do Palmeiras neste começo de temporada e lembrou que outros clubes com investimento maior também foram eliminados na Libertadores. "A gente tem de analisar o que foi feito. Temos menos de 90 dias de gestão. Se avaliarmos por esse prisma, temos ótimo resultado. E temos de analisar que temos elenco diferente para estadual e torneio continental. Os resultados estão normais para qualquer equipe. Equipes que investiram mais e tiveram mais tempo para trabalhar também não tiveram sucesso", afirmou. O dirigente palmeirense ressaltou que o atual elenco do Palmeiras foi montado visando a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Ele avisou que apenas pequenas mudanças serão feitas nos próximos dias, antes do início da disputa da divisão de acesso. "Montamos esse grupo visando a Série B. A gente poderia ter ido mais longe na Libertadores e Campeonato Paulista, mas os jogadores que aqui estão têm perfil de Série B. Como qualquer analise, precisamos de uma análise e tenho certeza absoluta que teremos de fazer algumas mudanças. Isso é natural em qualquer processo, mas não podemos achar que uma derrota tem de mudar tudo. Temos de ter calma", comentou. Brunoro prometeu que o Palmeiras dará todo apoio e respaldo ao goleiro Bruno, que falhou no primeiro gol do Tijuana na última terça, e avaliou como bom o seu desempenho no time. "Se não estivermos ao lado dele, somos irresponsáveis. Ele tem dado muito alegria para o clube, vide a Libertadores. É um garoto exemplar, que nunca pisou na bola. Temos de pensar no atleta e no homem. A partir dessa diretoria, não separamos os dois. Vamos estar ao lado dele neste momento que existe a cobrança em cima em cima do erro", disse.
continua após publicidade