Esportes

Conmebol rejeita recurso e mantém pena de Luxemburgo

Da Redação ·
A Conmebol rejeitou nesta segunda-feira recurso solicitado pelo Grêmio e manteve as punições ao técnico Vanderlei Luxemburgo e ao zagueiro Douglas Grolli, que se envolveram em uma confusão ao final da partida contra o Huachipato, do Chile, na última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. O Grêmio queria reduzir a suspensão de seis partidas imposta ao treinador pelo Tribunal de Disciplina, no fim de abril. Mas não obteve sucesso. Assim, Luxemburgo só poderá comandar a equipe à beira do gramado se o time gaúcho chegar à decisão da competição sul-americana. Douglas Grolli também teve mantida sua pena de quatro jogos afastado do time. "O clube lamenta essa decisão e aguarda a remessa das fundamentações por parte da Conmebol, o que deve acontecer nesta terça-feira, para analisar as possíveis medidas a serem adotadas", registrou o Grêmio, em nota oficial. O auxiliar-técnico Emerson da Rosa foi o único beneficiado pelo recurso. Ele viu sua suspensão ser reduzida de oito para seis partidas. Com estas definições, o auxiliar Roger Machado deverá comandar o time no confronto contra o Santa Fé, marcado para esta quinta-feira, assim como já havia acontecido no jogo de ida das oitavas de final.
continua após publicidade