Esportes

Reserva corintiano, Júlio César só deixa o clube quiser

Da Redação ·

Por Lucas Reis SÃO PAULO, SP, 10 de maio (Folhapress) - O goleiro Júlio César, que chegou a pôr um pé no Vasco mas ficou no Corinthians, reaparecerá no banco de reservas amanhã, contra o Santos. Danilo Fernandes, que vinha sendo o reserva de Cássio, não foi relacionado para a primeira partida da decisão do Campeonato Paulista. "O Júlio só sai do Corinthians se ele quiser, isso está definido", disse o diretor-adjunto de futebol, Duílio Monteiro Alves, anteontem, logo após anunciar o afastamento de Jorge Henrique. Dias antes, o gerente de futebol do clube, Edu Gaspar, também já havia apontado para este desfecho. "A gente só fala em negociação se o atleta realmente se colocar à disposição para ser emprestado." O Corinthians chegou a publicar nota, no dia 29 de abril, explicando que o goleiro estava em "negociação adiantada" com o Vasco e, por isso, não viajou a Buenos Aires, onde o time enfrentaria o Boca Juniors. Na ocasião, o clube acertava detalhes da contratação do goleiro Walter, do União Barbarense, que já treina no Corinthians, mas ainda não foi oficialmente anunciado. Jogador com mais tempo de casa -estreou em 2005 e atuou em todas as temporadas desde 2008-, Júlio César perdeu espaço para Danilo Fernandes nos últimos jogos em que Cássio esteve fora. Contra o Atlético Sorocaba, na última rodada da primeira fase do Estadual, ele sequer ficou no banco de reservas justamente por causa da negociação com o Vasco, que não prosperou. Quarta opção de Tite para o gol, Matheus Caldeira, 20, que foi convocado por Luiz Felipe Scolari para amistoso contra a Bolívia, também continuará no elenco.  

continua após publicidade