Esportes

Palmeiras vence e abre vantagem na Copa do Brasil

Da Redação ·
 Autor do único gol do jogo, Robert beija o escudo do Palmeiras
fonte: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press
Autor do único gol do jogo, Robert beija o escudo do Palmeiras

O Palmeiras teve todas as condições favoráveis para conseguir vantagem na briga pelas quartas de final da Copa do Brasil. Teve uma semana completa para trabalhar, contou com a presença maciça da torcida no Estádio Palestra Itália e, com atuação consistente, finalmente, correspondeu em casa: nesta quinta-feira (15), venceu o Atlético-PR por 1 a 0, com gol de Robert, para seguir firme rumo ao título que pode "salvar" o primeiro semestre.

continua após publicidade

A vitória marcou uma reaproximação da torcida com a equipe, após tantas críticas e contestações. Pouco mais de 20 mil pessoas lotaram as arquibancadas e fizeram a festa, enquanto o time quebrava série de três jogos sem vitória em seus domínios.

Com o placar, a equipe jogará pelo empate no confronto de volta. Se balançar as redes como visitante, garante a vaga até mesmo se for derrotado por um gol de diferença. Já o Atlético-PR precisa vencer por tentos gols de diferença. Um a zero a favor do Furacão leva a decisão para os pênaltis.

continua após publicidade

O Palmeiras volta a campo na próxima quarta-feira (21), às 21h50 (de Brasília), para definir a vaga às quartas de final da Copa do Brasil contra o Atlético-PR. A partida será realizada a Arena da Baixada, em Curitiba. Já o Furacão faz o clássico com o Coritiba no próximo domingo (18), na Arena da Baixada. Uma vitória do Coxa pode definir o título Estadual.

O jogo

Com as arquibancadas do Estádio Palestra Itália abarrotadas e o Setor Visa timidamente preenchido, o Palmeiras começou o jogo sob clima de confiança. A nova formação adotada pelo técnico Antônio Carlos, no entanto, ainda precisava se mostrar eficiente. Robert jogou isolado no ataque, servido por Diego Souza e Lincoln. A aproximação ficava a cargo de Edinho e Figueroa, enquanto Márcio Araújo se postava na lateral direita.

O Atlético-PR vinha com esquema semelhante: apenas Javier Toledo na frente, apostando no estilo "trombador" devido ao seu avantajado porte físico. Como organizador da equipe, Paulo Baier ameaçou muito, especialmente nas bolas paradas. Aos 25min, o ex-palmeirense, sempre hostilizado pela torcida alviverde, cobrou série de seis escanteios seguidos, na tentativa de gol olímpico. Por pouco não fez.