Esportes

Após seleção, Dória descarta acomodação no Botafogo

Da Redação ·
Convocado para o amistoso com a Bolívia, o zagueiro Dória realizou um sonho ao entrar em campo aos 41 minutos do segundo tempo da partida, que foi vencida pela seleção brasileira por 4 a 0, em Santa Cruz de la Sierra. O jogador, com apenas 18 anos, revelou a emoção que viveu no último sábado e prometeu não se acomodar e manter a busca por novas metas na sua carreira. "A gente sempre trabalha pensando em realizar nossos sonhos, como era o de chegar à seleção. Tento estar sempre bem para acontecer o que quero. É claro que não esperava toda essa velocidade, as coisas aconteceram muito rápido na minha vida, mas fico feliz. O Botafogo e a minha família me ajudam a ter maturidade, sempre querer mais e não me acomodar com o que já conquistei", explicou. Após a primeira experiência, Dória espera voltar a ser lembrado pelo técnico Luiz Felipe Scolari para defender a seleção brasileira. "A primeira convocação foi uma experiência única e a melhor possível. Todos os jogadores me receberam muito bem, me trataram bem. Vou procurar sempre jogar o meu melhor para que isso possa repetir", disse. Dória revelou que recebeu o apoio e conselhos do goleiro Jefferson, seu companheiro no Botafogo, que foi titular no amistoso. "Com ele ao lado fica mais fácil, já tem uma bagagem. O que tiver de dúvida, é só perguntar para ele. Como sempre, está ajudando na minha carreira", agradeceu.
continua após publicidade