Esportes

Tite escala time misto, vence e confirma vaga nas quartas

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 7 de abril (Folhapress) - O Corinthians fez a lição de casa e venceu o São Bernardo neste sábado por 2 a 0, no Pacaembu, com gols de Jorge Henrique e Guerrero. Sem Pato, Ralf e Paulinho, Tite precisou montar uma equipe mista, já que também não contou com Emerson e Alessandro - que cumpriram suspensão automática - e Cássio, que foi poupado por ainda se recuperar de lesão.

Com a vitória na 17ª rodada, a equipe de Tite confirma a vaga nas quartas de final do Campeonato Paulista e se junta a São Paulo, Ponte Preta, Mogi Mirim e Santos, antecipadamente classificados.

O Pacaembu recebeu um público de 21.302 pessoas e os torcedores ainda viram o Corinthians perder um pênalti, cobrado por Guerrero.

A comissão técnica do time alvi-negro se preocupa com Fábio Santos e Guilherme Andrade, que saíram de campo contundidos.

Do lado do São Bernardo, o departamento médico informou que o lateral direito Wagner Diniz, que saiu do estádio direto para o Hospital Santa Casa, sofreu uma lesão no braço direito e deve ficar afastado por dois meses.

O Corinthians permanece na quinta posição, agora com 32 pontos. O São Bernardo fica com 17 pontos e tenta se afastar da zona de rebaixamento, que tem o Atlético Sorocaba na 16ª colocação com 13 pontos.

Nesta quarta, o Corinthians fará sua última partida pela fase de grupos da Libertadores, contra o San José, no Pacaembu, às 22h.

Pelo Campeonato Paulista, a equipe alvi-negra voltará a jogar no domingo, às 16h, contra o Linense fora de casa. O São Bernardo recebe o Mogi Mirim no mesmo dia, às 18h30.

O jogo

O Corinthians entrou em campo com um time misto. Paolo Guerrero voltou ao elenco depois de ficar de fora da vitória em cima do Millonarios pela Libertadores.

Ralf, Paulinho e Alexandre Pato participaram do amistoso entre Brasil e Bolívia, ontem, que culminou com a goleada brasileira por 4 a 0.

Emerson e Alessandro cumpriram suspensão automática por acúmulo de cartões. O goleiro Cássio ainda se recupera de um problema no punho esquerdo.

O Corinthians demorou para se encontrar na partida. Teve uma chegada perigosa com Romarinho aos 9min que, após fazer tabela com Guerrero, finalizou em diagonal. A bola passou muito perto da trave.

Aos 17min houve a resposta do São Bernardo. Bady cruzou pela esquerda e Ricardinho cabeceou para o chão. A bola bateu na trave e passou em frente à meta de Júlio César.

Após este lance, o time do ABC paulista esteve melhor. O Corinthians não conseguia descer para o ataque com qualidade, já que a defesa do São Bernado estava bem postada.

A equipe de Tite conseguiu se encontrar no jogo depois dos 30min e abriu o placar. Jorge Henrique chutou forte de fora da área, Luciano Castán ainda tocou de cabeça na bola antes de ela ir para o fundo das redes.

O Corinthians cresceu, mas desperdiçou a oportunidade de aumentar o placar no primeiro tempo. Aos 40min, Romarinho partiu em contra-ataque pela direita e, na tentativa de dar um drible em Dudu, sofreu pênalti.

Guerrero fez a cobrança e o goleiro Wilson Junior defendeu, jogando a bola para a área. Chicão pegou a sobra e bateu por cima do gol.

No fim dos 45min iniciais, o lateral esquerdo Fábio Santos sofreu uma falta e ficou sentindo no gramado. Ele ainda voltou para o segundo tempo, mas não aguentou e foi substituído por Wilian Arão.

A melhor chance do São Bernardo ocorreu logo aos 3min. Fernando Baiano recebeu passe dentro da área, girou e chuta para o gol. Júlio César deu um leve desvio e a bola, mais uma vez, bateu na trave esquerda.

O Corinthians melhorou seu volume jogo após a entrada de Danilo, aos 13min, que está numa boa fase e fez a bola ser trabalhada com mais qualidade na descida para o ataque. Ele substituiu Giovanni.

Guerrero chutou duas vezes ao gol quase que do mesmo lugar. Em duas rápidas jogadas, o atacante bateu cruzado, mas o goleiro Wilson Junior não quis saber de levar mais gols.

Após metade da etapa final, o São Bernardo equilibrou a partida. Entretanto, o adversário dos corintianos não ameaçou mais a meta de Júlio César. Erros de passes e a boa marcação alvi-negra impediu o empate.

Guilherme Andrade também foi substituído devido a contusão. Felipe entrou em seu lugar.

Depois de tanto insistir, Guerrero anotou seu gol. Aos 42min, Danilo fez boa jogada pela esquerda e tocou para o meio da área. Romarinho deixou para o peruano que, livre, aumentou o placar e fechou a vitória corintiana.



CORINTHIANS

Júlio César; Guilherme Andrade, Chicão, Gil e Fábio Santos; Guilherme, Edenilson e Giovanni; Jorge Henrique, Romarinho e Guerrero. Técnico: Tite.



SÃO BERNARDO

Wilson Júnior; Wágner Diniz, Fernando Lombardi, Luciano Castán e Gleidson Souza; Daniel Pereira, Dudu, Bady e Ricardinho; Gil e Fernando Baiano. Técnico: Wagner Lopes.



Estádio: Pacaembu, em São Paulo

Árbitro: Marcelo Prieto Alfieri

Assistentes: Giuliano Neri Colisse (SP) e Fábio Rogério Baesteiro (SP)

Renda/Público: R$ 592.806,66 / 19.631

Cartões amarelos: Chicão e Romarinho (COR); Dudu e Fernando Lombardi (SBC)

Gols: Jorge Henrique, aos 37min do 1º tempo e Guerrero, aos 43min do 2º tempo
 

continua após publicidade