Esportes

Felipão diz que deverá manter base do amistoso para jogo contra o Chile

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 6 de abril (Folhapress) - O treinador da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, elogiou o desempenho dos atletas na vitória por 4 a 0 sobre a Bolívia e afirmou que deverá manter a mesma base para o duelo contra o Chile, no dia 24 de abril, no Mineirão. Para esta convocação, novamente Scolari não poderá contar com jogadores que atuam no exterior. "Acho que os jogadores foram bem, alguns ganharam pontos comigo porque atuaram de uma forma que acho interessante. Dos 17 jogadores que estiveram aqui hoje, 13, 14 já estarão contra o Chile. Então eu avancei nessa segunda convocação e posso avançar depois do Chile em uma definição total para a Copa das Confederações", afirmou Felipão em entrevista coletiva. Scolari ficou especialmente satisfeito com o desempenho da dupla de zaga e citou Réver como uma das boas surpresas do amistoso. "Eu vi algumas coisas que vou ter que pensar bastante, porque cada vez que coloco um zagueiro, ele preenche o que acho que tem que fazer um zagueiro. O Réver foi muito bem também, e eu tenho que olhar porque tenho quatro, cinco jogadores na mesma condição e eu devo levar quatro. E isso é ótimo porque vai me dando opções", disse o treinador. O comandante da seleção brasileira, porém, evitou dar preferência aos atletas que jogam no território nacional, procurando colocar todos os jogadores, "estrangeiros" ou não, no mesmo patamar, com chances de serem chamados. "Quem atua fora do Brasil, é brasileiro e joga bem, tem que jogar pelo Brasil. Em 2002 era essa briga, "só tem que convocar os que atuam no Brasil". Mas tem jogadores de qualidade fora do país, tem que convocar. É bom que tenhamos uma boa seleção aqui no Brasil e fora. Um misto disso vai dar possibilidade de sermos uma grande equipe", declarou.  

continua após publicidade