Esportes

XV derrota Bragantino e classifica Santos e Mogi Mirim

Da Redação ·
O XV de Piracicaba deu um largo passo para se afastar da ameaça do rebaixamento no Campeonato Paulista ao vencer o Bragantino por 2 a 0, nesta quarta-feira, na abertura da 17.ª rodada, no estádio Barão da Serra Negra, em Piracicaba. Enquanto o XV de Piracicaba saltou para a 12.ª posição, com 19 pontos, o Bragantino continuou com 24, ainda em nono lugar. Este resultado classificou, matematicamente, Santos, com 32 pontos, e Mogi Mirim, com 30, para as quartas de final. Invicto há cinco jogos, esta foi a primeira vitória do time de Piracicaba sobre o seu rival pelo Paulistão. Este foi o décimo confronto entre ambos, com quatro vitórias do Bragantino, cinco empates e agora uma vitória do XV. O tabu, portanto, está quebrado. O primeiro tempo foi "amarrado". O XV de Piracicaba, com o apoio da torcida, ainda tentou tomar as iniciativas ofensivas, diante de um adversário desfalcado de sete titulares e só esperando a chance para contra-atacar. Depois de alguns momentos de instabilidade, o visitante acertou a marcação e as jogadas de perigo dos mandantes só mesmo em bolas paradas. Desta forma, o XV de Piracicaba teve chances em duas cabeçadas e depois em uma falta cobrada com força por Luiz Eduardo, que o goleiro Rafael Defendi rebateu e a defesa aliviou. O Bragantino ameaçou uma vez com Léo Jaime, que chutou uma bola no pé da trave direita de Bruno Fuso. O segundo tempo começou movimentado e aberto. Nos primeiros minutos, os dois times tiveram chances para abrir o placar. Mas quem se deu melhor foi o XV de Piracicaba aos nove minutos. Márcio Diogo fez bela jogada pelo lado esquerdo e, da linha de fundo, tocou para trás. Adriano, que tinha acabado de entrar na vaga de Adilson Goiano, entrou de frente e chutou no meio do gol: 1 a 0. Nesta altura, o volume do time mandante já era grande. E foi transformado em gol aos 16 minutos. A jogada começou, de novo, com Márcio Diogo. O atacante pegou a bola na meia lua da grande área e enfileirou três adversários, inclusive o goleiro Defendi. A bola ficou pipocando na pequena área, onde Gustavo Goiano apareceu para estufar as redes com o pé direito. Depois disso, o Bragantino não mais reagiu. Pelo contrário, se intimidou e permitiu que o XV de Piracicaba criasse ainda várias chances para ampliar o placar. Cada time agora fará mais dois jogos. Pela 18.ª rodada, no próximo dia 13, um sábado, o XV de Piracicaba vai sair diante do São Paulo, no Morumbi, e depois na última rodada, no dia 21, vai receber o Botafogo. O Bragantino vai pegar o Botafogo, no próximo dia 14, um domingo, em Ribeirão Preto, e depois vai encerrar a fase diante da Ponte Preta, em Bragança Paulista. FICHA TÉCNICA: XV DE PIRACICABA 2 x 0 BRAGANTINO XV DE PIRACICABA - Bruno Fuso; Vinícius Bovi, Pedro Paulo, Luiz Eduardo e Gustavo Goiano; Glauber, Adilson Goiano (Adriano), Danilo Sacramento e Diguinho (Clayton); Márcio Diogo (Léo Mineiro) e Paulinho. Técnico: Edison Só. BRAGANTINO - Rafael Defendi; Toninho, Guilherme e João Paulo; Geandro, Serginho, Preto (Rafael Costa), Magno Cruz (Matheus) e Léo Jaime; Malaquias e Ramazzotti (Tito). Técnico: Mazola Júnior. GOLS - Adriano, aos 9, e Gustavo Goiano, aos 16 minutos do segundo tempo. CARTÕES AMARELOS - Gustavo Goiano, Adriano e Glauber (XV de Piracicaba); João Paulo, Preto, Geandro e Léo Jaime (Bragantino). ÁRBITRO - Vinícius Gonçalves Dias Araújo. RENDA - R$ 63.303,68. PÚBLICO - 2.438 pagantes (2.928 no total). LOCAL - Estádio Barão de Serra Negra, em Piracicaba (SP).
continua após publicidade