Esportes

Técnico é demitido nos EUA após agredir jogadores

Da Redação ·
Após a divulgação de um vídeo divulgado pela ESPN dos Estados Unidos, na qual foi flagrado agredindo jogadores com empurrões e boladas, assim como proferindo xingamentos homofóbicos, o técnico Mike Rice foi demitido do time de basquete da Universidade Rugters, em Nova Jersey, nesta quarta-feira. O comportamento anormal e destemperado do treinador provocou revolta nos Estados Unidos, sendo que até o governador de Nova Jersey, Chris Christie, divulgou nota oficial para repudiar as atitudes do comandante e cobrou uma posição da universidade após a divulgação das imagens pelo canal de TV norte-americano. Com o grande número de críticas recebidas em nível estadual e nacional, a faculdade, que tem 58 mil alunos e funciona em New Brunswick, optou pela demissão de Rice, depois de três temporadas de insucesso do técnico à frente do time masculino da Rugters no basquete universitário dos Estados Unidos. No final de novembro, o diretor do departamento atlético da Rutgers, Tim Pernetti, já havia recebido das mãos de um ex-empregado da faculdade uma cópia do vídeo com as imagens comprometedoras de Mike Rice. E, depois de uma investigação independente para analisar o vídeo, o dirigente suspendeu o técnico por três jogos, além de ter aplicado uma multa de US$ 50 mil e obrigado o profissional a ter aulas para aprender a controlar o seu comportamento intempestivo. O presidente da Rugters, Robert Barchi, chegou a assinar a punição inicialmente aplicada a Rice. Porém, nesta quarta-feira foi tomada oficialmente a decisão de demitir o técnico. Pernetti, inclusive, admitiu que errou ao dar uma nova chance ao técnico. "Demissão e ações corretivas foram debatidas em dezembro e pensei que era para o melhor interesse de todos a reabilitação (de Rice), mas eu estava errado. Seguindo em frente, vou trabalhar para reconquistar a confiança da comunidade Rutgers", prometeu.
continua após publicidade