Esportes

Ron Dennis, da McLaren, deixa a F-1

Da Redação ·
O britânico Ron Dennis, presidente do Grupo McLaren, dirigirá a partir de hoje a construção de um novo veículo de rua e deixa de ter qualquer relação com a Fórmula 1, ao ceder o cargo de diretor na McLaren Racing a Martin Whitmarsh.

a apresentação do novo modelo MP4/24, em 16 de janeiro, Ron Dennis já havia anunciado sua retirada à frente da direção da escuderia Vodafone McLaren Mercedes, mas tinha mantido o posto de diretor da McLaren Racing.

continua após publicidade

Em entrevista coletiva realizada hoje no Centro de Tecnologia McLaren em Woking, Surrey (Reino Unido), Dennis anunciou uma grande reestruturação da empresa.

continua após publicidade

A McLaren está desenvolvendo há dois anos um programa para fazer uma gama de automóveis esportivos da McLaren, que será baseada nos grandes sucessos da McLaren F-1 e do Mercedes-Benz SLR McLaren, anunciou Dennis.

continua após publicidade

Como parte deste plano, pretende-se que a McLaren Automotive, atualmente uma das empresas do Grupo McLaren, torne-se independente no final deste ano. A data de lançamento para o primeiro modelo da nova gama de automóveis esportivos da McLaren será 2011, disse.

Uma série de mudanças na organização foi anunciada hoje, para facilitar a próxima etapa de desenvolvimento corporativo da McLaren.

continua após publicidade

Como presidente-executivo da McLaren Automotive, Ron Dennis dirigirá o crescimento do novo carro esportivo e deixa, a partir de hoje, sua responsabilidade como diretor-executivo da McLaren Racing a Martin Whitmarsh, que unirá suas responsabilidades à função de diretor da equipe Vodafone McLaren Mercedes.

Reconheço que sempre lutei duro para manter a McLaren na Fórmula 1. Duvido que Max Mosley e Bernie Ecclestone estejam insatisfeitos com a minha decisão. Mas ninguém me pediu para fazer isso, foi minha decisão, disse Dennis