Esportes

São Paulo demite o fisioterapeuta Luiz Rosan

Da Redação ·
A diretoria do São Paulo demitiu o fisioterapeuta Luiz Rosan, um dos mais conceituados do País e fundador do Reffis, o centro de reabilitação física e fisiologia do exercício que se tornou referência mundial. A informação vazou antes que o clube emitisse qualquer comunicado oficial anunciando a saída de Rosan, que também integra a comissão técnica da seleção brasileira. A demissão já havia sido sacramentada há alguns dias, mas só agora veio a conhecimento do público. O principal motivo da saída foi o atrito com o diretor de futebol, Adalberto Baptista, que vem interferindo cada vez mais nas decisões extra-campo do time. Rosan bateu de frente com o dirigente por não concordar com suas decisões e acabou perdendo a queda de braço. Ele foi o terceiro profissional considerado mentor do Reffis a deixar o clube - os outros foram o fisiologista Turíbio Leite de Barros e o preparador físico Carlinhos Neves, apontados como entre os melhores do país em suas especialidades. Manter o corpo médico e clínico apesar das trocas de comissão técnica sempre foi motivo para a diretoria do São Paulo se gabar. Os dirigentes faziam questão de dizer que o clube oferecia estrutura para seus profissionais trabalharem. A queda de Rosan por motivos políticos indica que essa imagem faz parte do passado.
continua após publicidade