Esportes

Bryant vira o 4.º maior pontuador da NBA e Lakers vence

Da Redação ·
Kobe Bryant escreveu mais uma bela página de sua vitoriosa carreira na NBA, na rodada deste sábado da liga de basquete dos Estados Unidos, ao se tornar o quarto maior pontuador da história da competição. Ele atingiu o feito ao marcar 19 pontos e ajudar o seu time a vencer o Sacramento Kings por 103 a 98, fora de casa, e seguir vivo na luta por uma vaga nos playoffs. O astro alcançou a marca de 31.434 pontos e ultrapassou ninguém menos do que o lendário Wilt Chamberlain, autor de 31.419 ao total. Agora, Kobe só está atrás de

Kareem Abdul-Jabbar, recordista com 38.387 pontos, Karl Malone, que atingiu 36.928, e Michael Jordan, este com 32.292 e considerado por muitos o maior jogador de basquete de todos os tempos. Além de comemorar a marca histórica, Kobe ajudou o Lakers com 14 assistências e nove rebotes, enquanto Dwight Howard teve grande atuação, terminando o duelo diante do Kings como cestinha, com 24 pontos, e também garantindo um "double-double" ao apanhar 15 rebotes. Apesar do triunfo, o Lakers se manteve na nona posição da Conferência Oeste, fora da zona de classificação para os playoffs, agora com 38 vitórias e 36 derrotas. Com a mesma campanha, mas em vantagem nos critérios de desempate, seguiu o Utah Jazz, que assegurou a oitava posição ao derrotar o Brooklyn Nets por 116 a 107, em casa. Com isso, hoje seria o último classificado à próxima fase da competição. DALLAS NA BRIGA - Outro destaque da rodada deste sábado na NBA foi o Dallas Mavericks, que bateu o Chicago Bulls por 100 a 98, em casa, e entrou de vez na briga para alcançar uma vaga na zona de classificação para os playoffs. O time do Texas agora acumula 36 vitórias e 38 derrotas, na décima posição da Conferência Oeste, e passou a ver Lakers e Jazz mais perto. Já o Bulls figura na sexta posição da Conferência Leste, com 39 triunfos e 32 derrotas. E o grande nome do expressivo resultado obtido pelo Mavericks foi Dirk Nowitzki. Além de ter sido o cestinha da partida, com 35 pontos, ainda acertou um arremesso da linha dos três quando faltavam três segundos para o fim, assegurando a vitória por 100 a 98. Preciso, o alemão converteu 14 dos 17 arremessos de quadra que arriscou no duelo, sendo decisivo para o time que ainda teve Vince Carter e Brandan Wright contabilizando 17 pontos cada um. Pelo lado do Bulls, Nate Robinson, Carlos Boozer e Luol Deng marcaram 25 pontos cada um, mas não evitaram o revés fora de casa. ROCKETS MAIS PERTO - Se o Dallas segue sonhando com uma vaga nos playoffs, o Houston Rockets deu um importante passo para ir à próxima fase da NBA ao bater o Los Angeles Clippers por 98 a 81, em casa. O time agora tem 40 vitórias e 33 derrotas e manteve sua vantagem sobre Lakers e Jazz na sétima posição da Conferência Oeste. Jeremy Lin, Chandler Parsons e Francisco Garcia fizeram 15 pontos cada um e foram os maiores cestinhas do Rockets. E a melhor atuação coletiva do time acabou suplantando os desempenhos discretos de Chris Paul, autor de 19 pontos, e Blake Griffin, que fez 12 pelo Clippers. Confira os resultados deste sábado na NBA: Dallas Mavericks 100 x 98 Chicago Bulls

Atlanta Hawks 97 x 88 Orlando Magic

Philadelphia 76ers 100 x 92 Charlote Bobcats

Houston Rockets 98 x 81 Los Angeles Clippers

Minnesota Timberwolves 86 x 99 Memphis Grizzlies

Milwaukee Bucks 99 x 109 Oklahoma City Thunder

Utah Jazz 116 x 107 Brooklyn Nets

Phoenix Suns 104 x 112 Indiana Pacers

Sacramento Kings 98 x 103 Los Angeles Lakers

Golden State Warriors 125 x 98 Portland Trail Blazers Confira os jogos deste domingo: Washington Wizards x Toronto Raptors

New Orleans Hornets x Cleveland Cavaliers

Chicago Bulls x Detroit Pistons

San Antonio Spurs x Miami Heat

New York Knicks x Boston Celtics

continua após publicidade