Esportes

Luis Fabiano faz 2 gols, time do Morumbi vence e já se classifica

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 27 de março (Folhapress) - O São Paulo não teve dificuldades para vencer o Paulista por 2 a 0, no estádio Jaime Cintra, em Jundiaí, pela 15ª rodada do Estadual. O destaque da partida foi o centroavante Luis Fabiano, autor dos dois gols. Aos 26min do primeiro tempo, ele aproveitou um passe de Wallyson e completou com liberdade na área. No início da etapa complementar, o camisa 9 subiu mais que a zaga para cabecear com estilo e dar números finais ao confronto. Com o resultado, o São Paulo manteve a liderança da competição com 35 pontos e garantiu a classificação para as quartas de final. O clube tricolor não pode ser mais alcançado pelo Penapolense (último time na zona de classificação). O êxito também serviu para a equipe do Morumbi quebrar um tabu que durava desde 1986, quando havia vencido pela última vez o Paulista em Jundiaí. Na oportunidade, o São Paulo bateu o adversário por 2 a 0, em partida válida pelo Estadual. Agora, os comandados de Ney Franco voltam a campo para o clássico contra o Corinthians, no próximo domingo, no Morumbi. O Paulista, que estacionou nos 17 pontos e vê a classificação mais distante, visita o Bragantino um dia antes. O jogo O técnico Ney Franco foi para Jundiaí preocupado com o clássico contra o Corinthians, no domingo, e, principalmente, com o jogo diante do Strongest, na altitude de La Paz, na próxima quinta-feira. Por isso, ele poupou sete atletas no confronto desta quarta. Além destes jogadores, o treinador não pôde contar com o suspenso volante Denílson. Em contrapartida, o comandante comemorou os retornos de Rhodolfo, Cortez e Paulo Miranda, todos recuperados de lesões. Armado no 4-4-2, o São Paulo não foi brilhante na primeira etapa, porém foi superior ao rival, montado no mesmo esquema. Logo no primeiro minuto, Rhodolfo assustou o goleiro Richard com um chute no travessão. O assistente, no entanto, já havia assinalado o impedimento e anulado o lance. Aos 15min, Paulo Miranda invadiu a área, driblou o oponente e chutou desequilibrado de esquerda. A bola saiu por cima da meta dos mandantes. Sete minutos depois, o mesmo Miranda cruzou na cabeça de Wallyson, que cabeceou com liberdade e sem força. Assim, facilitou o trabalho do goleiro adversário. Mas, aos 26min, não houve perdão. Douglas, que atuou como meia, lançou Wallyson nas costas de Rodolfo Testoni. O atacante dominou no peito e rolou para Luis Fabiano completar ao gol do Paulista. Em vantagem, a equipe do Morumbi cadenciou o ritmo da partida e o time de Jundiaí não conseguiu ser agressivo para tentar o empate. Sem mudanças de atletas para o segundo tempo, apenas o placar foi alterado aos 3min. E, mais uma vez, a favor do São Paulo. Fabrício desceu pela direita, levantou a cabeça e cruzou na medida para Luis Fabiano. O centroavante subiu com estilo para ampliar a vantagem. Dois minutos mais tarde, os visitantes voltaram a chegar com perigo. Wallyson serviu Douglas na área, o jogador se livrou da marcação e encheu o pé. Desajeitado, Richard conseguiu mandar para escanteio. O técnico do Paulista, Giba, resolveu mexer em seu time. Trocou o atacante Cassiano pelo meia Flávio. Ney Franco também mudou ao tirar o apagado Cañete e colocar Aloísio. Douglas permanecia ligado e teve duas boas chances para marcar o terceiro. Aos 32min, ele deixou Luis Fabiano em boas condições. O atacante deu um leve toque por cima de Richard, mas o zagueiro Lázaro salvou em cima da linha. Aos 39min, Ademilson, que havia entrado no lugar de Wallyson, chegou a fazer um gol. O trio de arbitragem anulou por impedimento. Os dois treinadores queimaram todas as alterações. O Paulista deu alguns sustos com chutes de longa distância e o São Paulo respondeu com contra-ataques. No entanto, o placar de 2 a 0 foi mantido. PAULISTA Richard; Thales (Hudson), Dráusio, Lázaro e Rodolfo Testoni; Matheus, Kasado, Chiquinho e Renato; Cassiano Bodini (Flávio) e Marcelo Macedo (Alfredo). Técnico: Giba SÃO PAULO Rogério; Paulo Miranda (João Schmidt), Lúcio, Rhodolfo e Cortez; Wellington, Fabrício e Cañete (Aloísio); Douglas, Wallyson (Ademilson) e Luis Fabiano. Técnico: Ney Franco Estádio: Jayme Cintra, em Jundiaí Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira Gols: Luis Fabiano, aos 26min do primeiro tempo, e aos 3min do segundo Cartão amarelo: Douglas (S)  

continua após publicidade