Esportes

Seedorf comanda Botafogo em vitória, mas é expulso

Da Redação ·
Com boa atuação do holandês Clarence Seedorf, o Botafogo venceu neste domingo o quarto jogo seguido pelo Campeonato Carioca: 2 a 1 sobre o Madureira, em Bangu, na zona oeste do Rio. O meia, no entanto, foi expulso no fim da partida - pela primeira vez na carreira. Com o resultado, o time alvinegro foi o único dos quatro grandes do Rio a vencer nesta rodada, a segunda da Taça Rio: o Vasco perdeu, na quarta-feira; Fluminense e Flamengo empataram seus jogos no sábado. Grande nome do jogo, Seedorf foi expulso nos acréscimos da segunda etapa. O meia recebeu cartão amarelo depois de fazer falta, foi orientado pelo árbitro a deixar o campo (para ser substituído) por um lado, mas optou ir pelo outro - bem mais distante de onde estava. Recebeu o segundo amarelo e consequentemente o vermelho. "Não entendi nada", se limitou a dizer o holandês, que não quis conceder entrevista na saída do gramado. O meia marcou o gol da vitória, o segundo do Botafogo, na etapa final. Mas poderia ter marcado o primeiro gol da equipe, no primeiro tempo, quando quase cobrou um pênalti. "Quase" porque o holandês já se preparava para bater quando o juiz, que havia assinalado a penalidade, resolveu voltar atrás e marcar um impedimento anterior do próprio holandês no lance em que Seedorf tocou para Rafael Marques e o atacante foi derrubado na área. Aos 42, Fellype Gabriel foi derrubado fora da área, pela esquerda. O holandês cobrou bem, fechado, e Dória desviou para o gol: 1 a 0 para o Botafogo. Antes do intervalo, Rafael Marques quase fez o segundo após cruzamento de Fellype Gabgriel, mas Márcio fez boa defesa. O goleiro do Madureira também conseguiu evitar que o gol de Seedorf saísse aos 5 minutos do primeiro tempo: depois de cobrança de falta em dois lances, o holandês bateu bem e Márcio espalmou para escanteio. Aos 13, Rodrigo, do Madureira, de pouco depois da linha do meio de campo, fez lançamento; Bolívar cortou mal e a bola sobrou para Jean, ex-Corinthians, Flamengo e Vasco, que driblou Jefferson e marcou o gol de empate. Pouco depois, o Botafogo chegou ao gol da vitória. O lateral Lucas tocou para Rafael Marques, dentro da área, que dividiu com o goleiro Márcio; a bola caiu nos pés de Seedorf que, com apenas um zagueiro do Madureira na linha do gol, tocou com tranquilidade, tirando do defensor. O goleiro Jefferson ainda salvou o Botafogo aos 40, após chute forte de Gilson dentro da área. O Madureira teve Rodrigo Lindoso expulso nos acréscimos depois de falta dura em Bruno Mendes. Pouco depois, foi a vez de Seedorf levar o vermelho. MADUREIRA 1 X 2 BOTAFOGO MADUREIRA - Márcio; Renan, Fernando, Leozão (Daniel) e Gabriel Araújo; Gilson, Ramon, Chaparro (Jonathan Enriquez) e Rodrigo Lindoso; Jean e Derley (Jairo). Técnico: Alexandre Gama. BOTAFOGO - Jefferson; Lucas, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Fellype Gabriel, Seedorf e Vitinho (Cidinho); Rafael Marques (Bruno Mendes). Técnico: Oswaldo de Oliveira. GOLS - Dória, aos 42 minutos do primeiro tempo; Jean, aos 13, e Seedorf, aos 22 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Philip Georg Bennett.

CARTÃO AMARELO - Marcelo Mattos e Lucas (Botafogo).

CARTÃO VERMELHO - Rodrigo Lindoso (Madureira); Seedorf (Botafogo).

RENDA - R$ 37.620,00.

PÚBLICO - 2.422 presentes.

LOCAL - Estádio Moça Bonita, em Bangu, no Rio.

continua após publicidade