Esportes

Croácia vence a Sérvia e afunda rival

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 22 de março (Folhapress) - Na primeira partida oficial entre Croácia e Sérvia após a separação da Iugoslávia, os anfitriões venceram os sérvios por 2 a 0, em Zagreb, hoje, pela quinta rodada do Grupo A das eliminatórias da Copa do Mundo de 2014. Com a vitória, a seleção croata vai a 13 pontos e assume a liderança do Grupo A. Com dez pontos, a Bélgica ainda pode retomar a ponta, caso vença a Macedônia, fora de casa, ainda hoje. Já a Sérvia permanece em terceiro lugar, com quatro, e se distancia ainda mais dos líderes da chave. Apenas os primeiros colocados de cada grupo se classificam diretamente para a Copa. Os oito melhores segundos colocados, de um total de nove chaves, disputam as quatro vagas restantes em mata-matas. A partida começou muito truncada e com pouquíssimos lances de perigo. A Croácia tentava ficar mais tempo com a bola para se aproximar da área e agredir o rival. Por sua vez, a Sérvia buscava os contra-ataques e pouco ameaçava o goleiro Pletikosa. Os donos da casa abriram o placar aos 23min. Kolarov cobrou falta de forma equivocada e a bola sobrou para Madzukic, que abriu o jogo na direita para Rakitic. O meio-campista lançou Kranjcar dentro da área. O atacante rolou para o meio da área e Madzukic teve calma para empurrar para as redes. Mesmo após ter tomado o gol, os sérvios não conseguiram ultrapassar a barreira defensiva croata e continuaram a sofrer com as investidas do rival, que cresceu ainda mais na partida. Aos 36min, em cobrança de falta da direita, Srna mandou para a área, a defesa sérvia não conseguiu afastar e Olic apareceu, na pequena área e, de peito, anotou o segundo tento croata. A Sérvia começou melhor o segundo tempo e passou a ocupar o campo rival. Os visitantes passaram a pressionar a Croácia para diminuir o marcador e quase fez com Kolarov e Djordevic, no primeiro lance da etapa final. Mas a Sérvia voltou a ter dificuldade para invadir a área rival. No fim, a Croação apenas administrou o resultado até o apito final. Torcida única Por conta de uma rivalidade entre os dois países, que protagonizaram uma sangrenta guerra nos anos 1990, cerca de 1.500 policiais foram colocados para evitar manifestações nacionalistas. Mas não havia torcedores sérvios no estádio. As seleções entraram em acordo e apenas fãs croatas assistiram a partida. O mesmo valerá para o jogo de volta, em Belgrado, na Sérvia, no dia 6 de setembro. Somente torcedores locais poderão assistir o jogo. A Croácia se tornou independente da Iugoslávia em 1991 e a Sérvia voltou a ser um estado federal em 2006, após separação de Montenegro.  

continua após publicidade