Esportes

Portugal marca no fim e sai do sufoco nas Eliminatórias

Da Redação ·
A seleção portuguesa perdia para Israel, nesta sexta-feira, até os 47 minutos do segundo tempo e se complicava no Grupo F das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014. Foi aí que Fábio Coentrão marcou, selou o empate por 3 a 3, fora de casa, e amenizou a situação da equipe, que saiu do sufoco e ainda sonha com a possibilidade de vir ao Brasil no ano que vem. O resultado manteve Portugal na terceira colocação da chave, com oito pontos, mas a equipe só leva desvantagem em relação ao segundo colocado, justamente Israel, no saldo de gols, e ainda enfrenta a seleção israelense em casa. O time lusitano, no entanto, se distanciou da líder Rússia, que tem 12 pontos e ainda atua na rodada. Com a primeira colocação do grupo, que dá vaga direta à Copa do Mundo, muito distante, os portugueses devem brigar mesmo pela segunda posição, que leva a equipe à repescagem das Eliminatórias, que classifica mais quatro seleções para o Mundial. Nesta sexta, Portugal saiu na frente logo aos dois minutos, depois que Bruno Alves aproveitou escanteio batido da direita e cabeceou firme para marcar. Aos 24, no entanto, Hemed recebeu na área, girou sobre a marcação e empatou. Aos 40, o time lusitano errou na saída de bola, Basat foi lançado em profundidade e virou a partida. A situação ficou ainda pior aos 25 minutos do segundo tempo, quando Gershon fez o terceiro gol israelense após escanteio. Dois minutos depois, Cristiano Ronaldo recebeu, passou pela marcação de dois jogadores pela direita e bateu cruzado para Helder Postiga marcar. A derrota deixava Portugal em péssima situação, então a equipe foi para cima e passou a perder muitas chances. Até que aos 47 minutos Hugo Almeida aproveitou cruzamento e cabeceou no travessão. Na sobra, a zaga tentou tirar, mas acertou Fábio Coentrão e a bola entrou, selando o empate por 3 a 3.
continua após publicidade