Esportes

Vasco perde a 3ª seguida e complica técnico Gaúcho

Da Redação ·
Após novamente jogar muito mal, o Vasco perdeu mais uma pelo Campeonato Carioca: 2 a 0 para o Nova Iguaçu, que até esta quarta havia vencido apenas um jogo no estadual. Foi a terceira derrota seguida dos vascaínos; a quinta em toda a competição. O resultado aumentou a pressão sobre o técnico Gaúcho, alvo principal dos protestos da torcida no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O presidente do Vasco, Roberto Dinamite, também foi muito criticado. Não faltaram gritos de "queremos jogador", "time sem vergonha" e até "volta, Eurico", em referência ao ex-presidente do clube. A vitória ajudou o Nova Iguaçu, que luta para fugir do rebaixamento. O volante Leo Salino marcou os gols do time da Baixada Fluminense. "Estou tentando fazer de tudo para consertar, fazendo o que posso", disse o técnico Gaúcho, que admitiu: "O problema é que a equipe não está rendendo". Gaúcho rechaçou qualquer possibilidade de pedir demissão: "Eu nunca vou deixar o Vasco. Eu sou Vasco". O JOGO - O Nova Iguaçu jogou bem melhor que o Vasco. No primeiro tempo, os vascaínos tiveram uma só chance clara, como o atacante Romário. Depois de cobrança de escanteio, o centroavante cabeceou e a bola raspou a trave. O Nova Iguaçu, por outro lado, desperdiçou pelo menos duas boas chances antes de marcar o primeiro gol. Uma delas, aos 31, motivada por um erro do Vasco na saída de bola: Maycon invadiu a área e bateu próximo do gol. Aos 42, Glauber tirou de André Ribeiro, depois de Nei, foi à linha de fundo e cruzou; Maycon escorou e Leo Salino bateu forte, no ângulo: 1 a 0. No segundo tempo, o Vasco tentou desorganizadamente chegar ao empate, mas nada dava certo. O Nova Iguaçu tentava se aproveitar dos contra-ataques e, aos 41, a estratégia deu certo. Leo Salino recebeu passe fora da grande área e, com liberdade, tentou um chute improvável que acertou o ângulo, sem chance para o goleiro Alessandro. Carlos Alberto ainda desperdiçou o que poderia ser o gol da reação vascaína um minuto depois. NOVA IGUAÇU 2 X 0 VASCO NOVA IGUAÇU - Jefferson; Marcelinho, Leonardo, Silvio e Uallace; Filipe, Leo Salino, Rodrigo Souza (Luan) e Tiago Corrêa; Maycon (Sylvestre) e Glauber (Mossoró). Técnico - Leonardo Condé. VASCO - Alessandro; Nei (Elsinho), André Ribeiro, Renato Silva e Wendel; Sandro Silva, Pedro Ken (Marlone), Dakson e Carlos Alberto; Eder Luis (Bernardo) e Romário. Técnico - Gaúcho. GOLS - Leo Salino, aos 42 minutos do primeiro tempo e aos 41 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ).

CARTÃO AMARELO - Romário (Vasco); Leo Salino, Silvio, Maycon, Sylvestre e Marcelinho (Nova Iguaçu).

RENDA - R$ 9.355,00.

PÚBLICO - 770 pagantes.

LOCAL - Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

continua após publicidade