Esportes

Nalbandian vai à decisão do Aberto do Brasil

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 17 de fevereiro (Folhapress) - Com o ginásio do Ibirapuera já lotado, o argentino David Nalbandian conseguiu a primeira vaga para a decisão do Brasil Open. O argentino venceu hoje o italiano Simone Bolelli, 80º do mundo, por 6/3 e 7/5, no Ibirapuera. O rival de Nalbandian será o vencedor do confronto entre o espanhol Rafael Nadal, quinto do mundo, e o argentino Martin Alund, 111o, que se enfrentam ainda hoje. A final é amanhã, às 13h. Nalbandian ocupa apenas a 93ª posição no ranking, mas já foi terceiro do mundo e durante muito tempo teve vantagem no confronto direto com Roger Federer (atualmente tem oito vitórias em 19 confrontos). Ele logo abriu 4 a 0 no primeiro set e, mesmo tendo o serviço quebrado uma vez, só precisou administrar o serviço para fazer 1 set a 0. Na segunda parcial, o jogo foi mais equilibrado. Bolelli conseguiu a primeira quebra, chegou a ter 3 games a 1, viu o adversário virar para 4 a 3 e saque, esboçou uma reação, mas não resistiu. "Feliz por ter vencido, sempre condições difíceis de jogo", afirmou Nalbandian ainda em quadra em entrevista às TVs. Ele já havia reclamado das bolas usadas no torneio, que segundo ele são difíceis de controlar. Aperto Com Rafael Nadal estrelando o segundo e último jogo da rodada de hoje, o ginásio do Ibirapuera já estava cheio no início da primeira partida, a semifinal entre o argentino David Nalbandian e o italiano Simone Bolelli. Sem lugares marcados, muitos torcedores entravam no anel inferior (R$ 200) e encontravam as cadeiras tomadas. Com isso, como já havia acontecido nos dias anteriores, muitos sentaram nas escadas. Após o final do jogo entre Nalbandian e Bolelli, a segurança liberou o acesso dos torcedores à área até então reservada à imprensa. A organização, que é da Koch Tavares, afirma que a lotação do ginásio do Ibirapuera é de 9.300 pessoas. E todos os ingressos para sábado estavam esgotados.  

continua após publicidade