Esportes

Bellucci vacila e perde para italiano no Brasil Open

Da Redação ·
Depois de sofrer para vencer o jovem Guilherme Clezar na estreia, Thomaz Bellucci voltou a fazer apresentação irregular nesta quinta-feira e acabou eliminado nas oitavas de final do Brasil Open. O número 1 do Brasil foi derrotado pelo italiano Filippo Volandri, de 31 anos, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2. Como aconteceu na estreia, Bellucci, 35.º do mundo, abusou dos erros, foi instável no fundo de quadra e teve problemas para sustentar seu serviço. Sofreu seis quebras de saque. E não conseguiu resistir ao rival, que ocupa somente o 88° lugar no ranking da ATP. "Foi bastante fácil, acho que não terei mais jogos assim", comentou Volandri, ao fim do jogo. Com a queda, Bellucci perdeu a chance de devolver a dolorosa derrota sofrida no mesmo Brasil Open, na semifinal do ano passado. Agora, o País conta com apenas um tenista na chave principal de simples, João Souza. Feijão, como é conhecido, terá a missão de duelar ainda nesta noite com o espanhol Rafael Nadal, principal estrela do torneio e maior favorito ao título. O JOGO - Principal esperança de título do Brasil na competição, Bellucci se mostrou impaciente no início e acabou sofrendo uma quebra de saque no terceiro game. Mais confiante, Volandri aproveitou o bom momento e os seguidos erros do brasileiro para emplacar nova quebra, abrindo 4/1 no placar. Bellucci ainda conseguiu se impor no saque do italiano e reduziu a vantagem do rival para 5/3. Mas voltou a falhar no game seguinte. Sofreu outra quebra de serviço e cedeu o set inicial ao adversário. Novo set, novos erros. O brasileiro seguia irregular no fundo de quadra, com bolas até no pé da rede. Volandri mais uma vez tirou vantagem das falhas do anfitrião e obteve a primeira quebra do set. Desta vez, porém, reagiu rapidamente e devolveu a quebra. Mas a reação, festejada pela torcida presente no Ibirapuera, não durou. Bellucci voltou a cometer erros bobos e sofreu nova quebra de saque. Com maior volume de jogo, Volandri manteve o controle da partida e fechou com nova quebra de saque no oitavo game, finalizando o confronto em 1h10min. Nas quartas de final, o italiano terá pela frente o argentino Martin Alund, que vem sendo a grande surpresa do torneio até o momento. Ele foi derrotado na última rodada do qualificatório, mas ganhou vaga na chave principal como "lucky loser" por causa da desistência do compatriota Leonardo Mayer. E, em sua primeira partida, aposentou o brasileiro Ricardo Melo, na segunda-feira. Na sequência, eliminou um dos cabeças de chave do torneio, o francês Jeremy Chardy, na noite de quarta. Quarto pré-classificado, Chardy caiu na rodada de abertura ao perder para Alund por 6/4, 4/6 e 7/6 (7/5). Mais cedo, outro cabeça de chave se despediu do torneio. Logo na estreia, o argentino Juan Monaco, terceiro pré-classificado, foi superado pelo italiano Simon Bolelli por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/2. Bolelli vai enfrentar na sequência o vencedor do confronto de espanhóis envolvendo Pablo Andujar, sétimo cabeça de chave, e Albert Montañes. As quedas precoces dos favoritos tiveram sequência com a derrota do espanhol Albert Ramos, oitavo cabeça de chave, nesta tarde. Já pela segunda rodada, ele foi desbancado pelo argentino Carlos Berlocq por 7/6 (9/7) e 6/4. Berlocq terá pela frente o vencedor do confronto entre Nadal e Feijão.
continua após publicidade